Conjunção Lua Júpiter 6ª Casa Signo Virgem

manifestação pelo clima

Descrevemos neste artigo os efeitos gerais da conjunção Lua Júpiter na 6ª casa e no signo Virgem.

Pode ler um artigo sobre a colocação da Lua na sexta casa aqui e no signo Virgem aqui.

Pode ler um artigo sobre a colocação de Júpiter na  sexta casa aqui e no signo Virgem aqui.

A colocação da conjunção Lua Júpiter na 6ª casa pode ser muito desafiadora para o bem estar geral e para a saúde. Júpiter amplifica os significados da casa onde se encontra e, neste caso, doenças, conflitos, sofrimento, exploração e servidão, podem ser intensificados ao longo da vida.

Sendo, no entanto, uma casa upachaya ou de crescimento, com o tempo a situação pode melhorar se os nativos fizerem os ajustamentos necessários, pois esta colocação é bastante kármica.

Ao longo do tempo, estas pessoas podem ter de lutar contra o excesso de peso, o que pode ser agravado pela presença de outra doença ao longo da  vida que reduz  o bem estar e é uma espécie de «peso» a acompanhá-los. Mas tal não afeta a sua longevidade: podem viver muito, mas com pouca saúde.

Estas pessoas crescem e vivem a sua vida rodeada de conflitos, de inimigos, discussões, podendo ser vítimas de abuso, inclusivamente na família. Têm muitas vezes uma infância pouco feliz e cheia de sofrimentos vários, na qual se habituam a ser testemunhas de maus-tratos, feitos a si ou a outros, a animais, etc.

Talvez esta experiência explique em parte porque sentem tanta empatia com todos os explorados e despojados de tudo da sociedade. São também naturalmente dados a proteger os animais de todas as formas de brutalidade.

Sentem-se bem a confortar pessoas em sofrimento, dando bons trabalhadores dos serviços sociais de proteção. São também excelentes na argumentação em tribunal, sendo frequente encontrá-los na profissão de advogados criminais, defendendo pessoas acusadas de vários tipos de crime.

Quando casam, o casamento é muitas vezes conflituoso e acaba em divórcio. Estas pessoas têm mais sucesso quando procuram ajudar outras a resolver os problemas de  que sofrem ao longo da vida do que em ajudarem-se a si próprias.

Júpiter pode levar a pessoa a desenvolver ativismo em relação á defesa de direitos humanos, causas ambientais, etc., mantendo a motivação para lutar sem desistir.

A conjunção é menos difícil quando é Júpiter que detém o grau inferior pois, nesse caso, dá proteção em relação ao sofrimento emocional e a todos os tipos de abuso a que a pessoa é atreita quando tem esta posição da Lua.

Quando a Lua tem o grau inferior no signo, controlando a conjunção, o nativo pode encontrar no seio da família os verdugos mais cruéis e as maiores causas de sofrimento e abuso. Tenderá também a sofrer de falsas acusações, servindo de «bode expiatório» no trabalho e na família.

A melhor forma de encarar esta conjunção na 6ª casa é encontrar uma profissão na qual todo o sofrimento que esta casa representa é transferido para a profissão no auxílio aos outros: uma carreira na saúde e medicina, na advocacia, na proteção social, na defesa dos direitos dos trabalhadores, dos animais, do ambiente, etc.  Neste caso, para além de a pessoa estar ao serviço dos que sofrem, também desenvolve um sentimento de paz interior e, finalmente, alcança realização pessoal.

Quando a conjunção Lua Júpiter se dá no signo Virgem há que notar, em primeiro lugar, a inimizade entre Mercúrio, a Lua e Júpiter pelo que nenhum deles está bem colocado neste signo.

O resultado pode ser uma mente que tende para o dogmatismo, para  o excesso de crítica e  intolerância em relação a diversas formas de «verdade». No seu aspeto mais positivo, torna as pessoas excelentes organizadoras e planificadoras mas tendem a sistematizar uma «noção de verdade» e podem considerá-la como a «única verdade».

Deste modo, apesar de gostarem de conversar com os outros e, em especial, com a família, podem tender para as discussões, ao invés do verdadeiro diálogo.

Esta situação piora se a Lua tem o controlo da conjunção, situação na qual a pessoa tende a estar permanentemente em conflito com os outros, em casa e no trabalho.

Já quando Júpiter controla a conjunção, a pessoa, mesmo não concordando com a opinião dos outros, desenvolve estratégias de «não agressão», evitando os conflitos, que são contrários à sua natureza.

Uma vez mais, também  quando se encontra no signo Virgem, esta conjunção dá os  resultados mais favoráveis a todos os níveis quando os nativos escolhem alguma forma de  serviço: ativismo social e ambiental, defesa dos direitos dos trabalhadores e outras camadas frágeis da sociedade, combate à poluição, ajuda médica aos toxicodependentes ou jurídica aos que são alvo de tráfico, exploração sexual ou do trabalho em geral.

Qualquer atividade nestas áreas permite a estas pessoas superar os desafios da colocação desta conjunção, contanto que o desejo de ajudar os outros seja real, bem entendido.

A colocação de planetas na 6ª casa e no signo Virgem implica lições kármicas a aprender -neste caso, desenvolver compaixão perante os que sofrem- e, enquanto não forem aprendidas, repetir-se-ão inevitavelmente.

Também Poderá Gostar de Ler

Leave a Comment