Conjunção Lua Júpiter na 7ª Casa signo Balança

casal romântico passeando de mão dada

Descrevemos neste artigo os efeitos gerais da conjunção Lua Júpiter na 7ª casa e no signo Balança.

Pode ler um artigo sobre a colocação da lua na sétima casa aqui e no signo Balança aqui.

Pode ler um artigo sobre a colocação de Júpiter na  sétima  casa aqui e no signo Balança  aqui.

A conjunção Lua Júpiter na 7ª casa coloca uma ênfase nos relacionamentos, no casamento e nas parcerias, acordos, etc.

Júpiter tem o efeito de multiplicar os relacionamentos e a Lua é um planeta instável, pelo que, muito provavelmente, haverá vários casamentos e parcerias ao longo da vida.

Estes nativos dão muita importância à dimensão contratual do casamento que é, por vezes, mais importante do que a ligação romântica. E ficam «presos» às linhas desse contrato ou acordo, que  lhes dá segurança em relação ao (à) parceiro (a).

O cônjuge é a estrutura fundamental da segurança emocional destas pessoas que precisam de alguém que seja, ao mesmo tempo, uma figura parental de proteção  e alguém com a sabedoria e jovialidade de caráter, ao mesmo tempo que se afirma como «autoridade» , em especial quando Júpiter controla a conjunção.

As figuras parentais, de resto, são muito fortes e é comum, em especial quando a Lua domina a conjunção, que  a mãe seja a pessoa com mais impacto na vida do nativo e, segundo a tradição, também a pessoa mais próxima do nativo durante a vida toda.

Isto pode dificultar o casamento, quando o cônjuge não consegue «competir» com essa imagem parental.

Quando o cônjuge é homem, a pessoa procura alguém carinhoso, mas também capaz de cumprir as regras e leis, capaz de cumprir o contrato do casamento, sábio, abastado, capaz de proteger e de cuidar.

Há demasiadas imagens subconscientes na perceção que estes nativos fazem dos parceiros, para que seja possível manterem o casamento ao longo da vida. Deste modo , é frequente haver 3 casamentos, um  deles realizado em idade mais avançada (e talvez com menos fantasmas idealizados).

O estilo da relação que estabelecem com os parceiros muda um pouco conforme é a Lua ou Júpiter que detém o controlo da conjunção: Júpiter dá um tom humanitário e amigável a todos os relacionamentos, é honesto, caloroso, tranquilo.

Atrai também parceiros com bom caráter, instrução e riqueza, desde que tenha estatuto funcional benéfico no horóscopo. O cônjuge pode ser alguém com carreira académica ou na área dos negócios. Um Júpiter forte dará felicidade ao casamento e parcerias.

Quando a Lua tem o controlo da conjunção, o nativo tende a sentir-se atraído por uma figura parental- o pai ou a mãe- e tende a desenvolver dependência emocional em relação a essa figura, sendo por isso difícil crescer individualmente e em conjunto numa tal relação, que se transforma em relação «pai-filho» ou «mãe- filho» (seja qual for o sexo biológico de ambos).

No casamento e nos negócios, estas pessoas só se sentem seguras quando estabelecem acordos ou contratos mútuos, deixando nas promessas escritas a segurança em relação ao que podem esperar. Deste modo, o não cumprimento da palavra dada é uma das coisas que mais perturba estes nativos e que não conseguem aceitar.

Quando a conjunção  Lua Júpiter se dá no signo Balança, dá aos nativos um temperamento artístico, generoso e jovial, amor pela harmonia e por tudo o que é belo.

Não gostam de entrar em confronto direto com os outros, sejam estes  quem forem, o que nem sempre dá bons resultados, em especial quando convivem frequentemente com essas pessoas, acumulando tensões e ressentimentos.

Estas pessoas são negociadoras natas, sendo excelentes a formar acordos de todos os tipos, pelo que terão bons resultados a trabalhar na área de aconselhamento e solicitadoria.

Também na vida pessoal, acreditam no espírito de compromisso, o «caminho do meio», capaz de encontrar um ponto de equilíbrio entre as partes.

Se Vénus, dispositor do signo, for forte, estes nativos poderão ter talento artístico em especial musical ou para a dança.

Quando a Lua tem o controlo da conjunção há um foco forte na vida familiar, uma ligação forte com os pais (de quem o nativo se torna cuidador, na parte final da vida).

Podem escolher uma carreira ligada à segurança ,como a carreira policial ou militar, arquitetura paisagística, jardinagem, ensino.

A Lua forte nesta conjunção é muito diplomata na relações com os outros  e, em relação aos filhos, ensina-os desde cedo a resolver os conflitos através de um acordo entre as partes. Também usam o método negocial para lidar com os filhos, que habituam desde cedo a serem responsáveis e polidos com todos.

A conjunção Lua Júpiter dá aos nativos uma aparência agradável e o gosto por usar ornamentos e joias.

Segundo o investigador da Jyotish, B. V. Raman, se a Lua nesta conjunção receber o aspeto de Saturno, os seus efeitos alteram-se pois o nativo torna-se mau e cruel.

Também Poderá Gostar de Ler

Leave a Comment