Glossário Astrológico- Almuten

mulher fazendo prova de força

Falamos neste artigo de um conceito importante da Astrologia Helenística, encontrando-se, entre outras, nas obras de Ptolomeu. É também um conceito fundamental na astrologia posterior, medieval e renascentista. Este conceito deve ser visto em conjunto com o de Hyleg.

Também é usado na Astrologia Horária de hoje, que tem as suas raízes na astrologia mais tradicional.

Almuten é um termo de origem árabe que significa «o que está firme» ou «forte em poder». É um planeta que se encontra através das «dignidades» que acumula. Muitas vezes coincide com um planeta que está no próprio signo, mas nem sempre.

O Almuten, com frequência, pela sua força, sobrepõe-se ao regente do horóscopo. A razão deve-se ao facto de ele ser o planeta mais forte no horóscopo.

Como determinar o planeta que tem o papel de Almuten no mapa de nascimento? Para este efeito usa-se o método definido na astrologia helenística de pontuação das 5 dignidades essenciais: próprio signo (+ 5 pontos), exaltação (+ 4 pontos), triplicidade[1] (+ 3 pontos) , termo (+ 2 pontos) , Face (+ 1 ponto).

Cada grau do Zodíaco que contém um planeta pode ser classificado de acordo com estas dignidades. O planeta que tiver o número mais elevado de pontos é o Almuten.

Se houver na carta dois planetas igualmente fortes (por terem o mesmo número de pontos) pode haver 2 Almuten.

Segundo Deborah Houlding, uma conhecida astróloga da Astrologia Horária, há casos especiais em que o Almuten não é nem um planeta regente de um  signo  nem um planeta que rege a exaltação de um signo mas é antes o regente de uma  triplicidade.

Como exemplo veja-se: Júpiter colocado a 19º de Leão à noite; Mercúrio colocado em 10º ou 11º de Aquário à noite; Marte colocado entre 10º e 25 º de Peixes, tanto de noite como de dia.

Mas em que casos devem usar-se estes últimos exemplos para o Almuten em vez do regente do signo ou da exaltação, não é claro. Alguns defendem que  pode ser considerado  o uso do Almuten das casas ou, na Astrologia Horária, avaliar qual –  o regente do signo ou o Almuten – é mais significativo para representar a pessoa/situação da matéria da consulta horária.

Tanto para cada grau do Zodíaco  como para os  planetas e signos é preciso considerar as dignidades essenciais aplicáveis.

Por ex., o signo Caranguejo tem regência da Lua  e esta tem aqui a dignidade de próprio signo mas Júpiter tem a regência da dignidade «exaltação», sendo ainda necessário contar com as restantes dignidades essenciais- triplicidade, termo, face- havendo por isso 5 planetas que estão envolvidos(excetuando-se Mercúrio , que tem regência das dignidades «próprio signo» e «exaltação», quando está colocado no signo Virgem).

E quando um planeta, numa certa colocação, tem a regência de várias dignidades ao mesmo tempo- como por exemplo, Saturno, quando está colocado no signo Balança- em que pode reger, ao mesmo tempo a exaltação, a triplicidade, termo e face, torna-se  o Almuten, em vez de Vénus, o regente do signo, porque acumula mais «dignidades» essenciais.

Através da determinação do Almuten percebe-se  a necessidade, para todos os que desejam aprender seriamente astrologia horária, de  aprenderem as dignidades essenciais (e acidentais , bem como as debilidades) para uma correta interpretação astrológica.

Publicaremos em breve, na rubrica de Astrologia Horária, (no nosso outro site A Tua Vida nos Astros)  uma tabela com todas as dignidades e também a pontuação atribuída a cada uma, não apenas pelo astrólogo helenístico Ptolomeu, mas também por W. Lilly, o autor de referência da Astrologia Horária no Ocidente.

[1] Existem 4 triplicidade, uma para cada «elemento»: Água, fogo, Terra, Ar. Para cada uma existem 3 signos.

Também Poderá Gostar de Ler

Leave a Comment