Muhurtha- yogas Adversos

pessoas felizes

No artigo de hoje falamos dos yogas adversos em Muhurtha.  Estas indicações ajudam a escolher a melhor carta eletiva para realizar ações importantes. Continuamos a seguir a obra com o mesmo nome do Dr B. V. Raman.

Yogas Adversos  na Muhurtha

Existem  21 «Grandes Males» a evitar quando se escolhe o melhor momento para uma dada ação. Estes têm o nome de ekavimsati mahadoshas. No entanto, quando não é possível evitar a escolha de um momento em que tais «males» ocorrem, há medidas ou antídotos que podem ser tomados, como segue:

  1. Panchanga Suddhi. (bom dia lunar, bom dia da semana, Nakshatra auspicioso , bom yoga e karana propício).

Um panchanga é constituído por tithi, vara, nakshatra. yoga  e karana e todos devem ser auspiciosos. (para melhor compreensão, pode ler o artigo anterior).

No que se refere aos dias lunares, o 4º, 6, 8, 12º, 14º e dia de Lua nova e Lua cheia devem evitar-se.

Em relação a vara, 5ª e 6ª feira são bons para todas as atividades. A 3ª deve ser em  geral evitada. (na índia há uma exceção que é quando o 10º, 12º ou 16º dias a partir do nascimento de uma criança calha numa terça feira, para escolher o nome ou  batizar a criança.).

Dos Nakshatras, deve evitar-se escolher Bharani e Krittika para todos os trabalhos auspiciosos.

Quando a data a escolher não pode ser alterada, se for possível fortalecer o Ascendente, as aflições causadas pelo Nakshatra podem ser canceladas.

Os últimos padas dos Nakshatras Aslesha, Jyestha e Revati devem ser evitados. Como referido atrás,o 6th (Atiganda), 9th (Soola), 10th (Ganda), 17th (Vyatipata)  e 27th (Vydhrut) têm efeitos negativos nas atividades começadas durante os seus períodos.

Quanto ao Karana. Deve escolher-se um que seja apropriado ao tema da carta eletiva: assim, deve escolher-se bava para as questões de natureza permanente em importância; Thaithula é auspicioso para o casamento. Bhadra  é apenas favorável para ações cruéis e violentas; Sakuna Havana é propício para atividades espirituais.

  1. Surya Sankramana (ingresso do Sol num novo signo)

Considera-se que, quando o sol está prestes a abandonar um signo e a entrar em outro, há perturbação das energias solares e, por isso, esses momentos não são apropriados para iniciar trabalhos auspiciosos.

No entanto, tais momentos são propícios para atividades de meditação e iniciação em rituais espirituais que ajudam o corpo e a mente a libertar-se de energias menos positivas.

Mas 16 ghatis (6 h e 24 min) tanto antes como depois da entrada do Sol num novo signo devem ser rejeitados para iniciar alguma nova atividade importante.

3.Karthari Dosha. Esta aflição acontece quando o Ascendente da carta levantada para escolher o melhor momento de uma atividade está cercado por planetas maléficos (1 colocado na casa anterior e outro  na casa seguinte).

Esta carta deve ser rejeitada sendo negativa para todas as ações, em especial do casamento. Assim, outra hora deverá ser escolhida para o evento.

4.Shashtashta Riphagatha Chandra Dosha. Esta aflição acontece quando, na carta eletiva, a Lua está colocada na 6ª, ou 8ª ou 12ª casa a partir do Ascendente na carta eletiva. Deve rejeitar-se esta carta eletiva e escolher um outro momento.

  1. Sagraha Chandra Dosha. Esta aflição ocorre quando a Lua está em conjunção com outro planeta , seja este benéfico ou maléfico na carta eletiva. Deve evitar-se qualquer conjunção da Lua nesta carta para qualquer ação que se queira levar a cabo, e em especial o casamento.
  2. Udayasta Suddhi. O Ascendente da carta eletiva e a 7ª casa devem estar fortes. Isto é, o regente do Ascendente deve estar colocado no Ascendente e o regente do Ascendente navamsa deve estar colocado no Ascendente.

Em alternativa, o regente do Ascendente deve estar colocado no Ascendente navamsa e o regente deste último deve estar colocado no Ascendente da rasi.

Outra alternativa é o regente do Ascendente estar em aspeto com o Ascendente navamsa e o regente deste último estar em aspeto com o Ascendente. A 7ª casa e o seu regente devem estar também fortes e bem colocados.

Em todas as cartas eletivas a 1ª casa e a 7ª devem estar fortes e isto é especialmente verdadeiro na carta de escolha da hora do casamento.

  1. Durmuhurtha. Para este ponto, é preciso ter em conta que um dia sideral contém 30 muhurthas e que cada muhurtha é um período de 48 min.(2 ghatis).

Os muhurthas diurnos são 15 e são os seguintes: (1) Rudra. (2) Ahi. (3) Mitra,, (4) Pitrii, (5) Vasu, (6) Vara. (7) Vishwedeva, (8) Vidhi, (9) Sathamukhi, (10) Puruhuta, (H)Vahini, (12) Naktanchara, (13) Varuna, (14) Aryama e (15) Bhaga.

Os muhurthas  noturnos são: (1) Girisa, (2) Ajipada, (3) Ahirbudhnya. (4) Pusha, (5) Aswi, (6) Yama, (7) Agni. (8) Vidhatru, (9) Chanda, (10) Aditi, (11) Jeeva, (12) Vishnu. (13) Yumigadyuti, (14) Thyasthur e (15) Samdram.

Nos muhurthas diurnos, os 1, 2, 4, 10, 11, 12 e 15  não são auspiciosos.

Nos muhurthas noturnos os 1, 2, 6 e 7 não são auspiciosos.

Há, no entanto, que ter em conta que a divisão dos muhurtas em diurnos e noturnos deve ser ajustada pois baseia-se na ideia de que o dia tem a duração de 12 h e a noite outras 12 horas.

Deste modo deverá ter-se em conta a duração exata do dia (consultando as efemérides) e se o dia for menor, a duração dos muhurtha deve ser reduzida.  Dado que a proporção de 15 muhurthas para a noite e 15 para o dia, ao invés de se considerar que cada um tem 48 min, deverá reduzir-se ou aumentar-se dividindo a totalidade da duração do dia ou da noite por 12.

Para além desta classificação entre muhuthas favoráveis e não favoráveis deve ainda ter-se em conta os seguintes fatores desfavoráveis em relação aos dias da semana, em especial quando se trata de escolher o dia do casamento:

– Domingo coincidindo com o 14º dia lunar ( Aryama)

– Segunda coincidindo com o 8º dia lunar (Vidhi) e com o 12º dia lunar (  Natkanchara)

– Terça coincidindo com o 4º dia lunar (Prtru) e com o 11º dia lunar ( Vahni)

-Quarta coincidindo com Abhijit.

-Quinta coincidindo com o 12º dia lunar ( Naktanchara) e com o 13º (Varuna)

– Sexta coincidindo com o 4º dia lunar (Pitru) e o 8º ( Vidhi)

– Sábado coincidindo com o 1º dia lunar (Rudra) e o 2º (Ahi).

  1. Gandanthara. Os últimos 48 min. dos dias lunares 5, 10 e 15 (Lua Cheia) e os primeiros 48 min dos dias lunares 1, 6, 11 (Lua nova) devem ser rejeitados para iniciar qualquer ação ou trabalho novo.

Os dois últimos graus dos signos Caranguejo, Escorpião e Peixes e os primeiros dois graus dos signos Carneiro, Leão e Sagitário  não são auspiciosos para escolher bons momentos na carta eletiva.

No que se refere aos Nakshatras, os últimos 48 min (2 ghatis) de Aslesha, Jyeshta, Moola, Revati e Ashwini e os primeiros 98 min (4 ghatis) de Magha devem ser evitados quando se deseja alcançar resultados positivos.

Papashadvargas- os planetas maléficos não devem estar fortes no grupo das divisionais shodavargas (grupo de 16 cartas divisionais) relacionadas com a carta prashna.

  1. Bhrigu Shatka. Refere-se à colocação de Vénus na 6ª casa mesmo quando o planeta está exaltado e associado com planetas benéficos. Deverá rejeitar-se. Isto é ainda mais importante quando se trate do casamento.
  2. Kujasthama. Refere-se à posição de Marte na 8ª casa da carta eletiva. Deve evitar-se pois significa a destruição do que se deseja alcançar. Mesmo que Marte esteja dignificado, deve rejeitar-se esta posição. Isto é também muito óbvio se a carta se destina a escolher o dia do casamento.

12.Ashtama Lagna Dosha. Esta é uma aflição que envolve o Ascendente. Quando se levanta uma carta para escolher o dia do casamento o Ascendente desta casa não deve coincidir com a 8ª casa nem do noivo nem da noiva.

  1. Rasi Visha Ghatika. Os períodos negativos de cada Ascendente devem ser rejeitados para todos os trabalhos que queremos que deem bons resultados. Estes referem-se aos Nakshatras e já foram referidos.
  2. Kunavamsa Dosha. Esta aflição refere-se à necessidade de o Ascendente da carta eletiva não dever estar colocado no navamsa de um planeta maléfico. Se isso não acontece, a aflição está presente e prejudica todos os atos auspiciosos.
  3. Varadosha. Esta aflição refere-se á escolha do dia da semana, sendo que, como já referido alguns dias da semana devem ser evitados para realizar atividades auspiciosas.
  4. Grahanothpatha Dosha. Esta aflição refere-se à necessidade de evitar Nakshatras onde tenham ocorrido eclipses para a realização de ações auspiciosas, E, se o que estiver em causa for a escolha do melhor momento para o casamento, tais Nakshatras devem evitar-se quando tiver havido um eclipse há menos de 6 meses.
  5. Ekargala Dosha. Esta é uma aflição poderosa durante o dia. Afeta matérias iniciadas oba influência de certos yogas, como Vishkhambam, o primeiro dos Naisargika yogas e descrito como significando «pote de veneno». Mas o Dr Raman considera que é de pouca significância.

18.Krura Samyuta Dosha. Esta aflição tem a ver com o Nakshatra onde está colocado o Sol num dado momento. Considera-se que essa constelação, bem como a que a antecede e a seguinte devem ser rejeitadas na escolha do melhor momento para realizar algum evento  ou ação e muito especialmente para o casamento.

  1. Akalagharjitha Vrishti Dosha. Pensamos que esta aflição tem um pouco a ver com a superstição. Considera que, quando chove e troveja fora da estação apropriada, tais dias devem rejeitar-se como inapropriados para qualquer trabalho positivo.
  2. Mahapatha Dosha. Quando tanto o sol como a Lua estão igualmente afastados do Equador no mesmo lado deste, isso forma Vyatipata, que significa excesso de mal. Os dias em que esta configuração ocorre devem ser rejeitados para todos os eventos ou ações benéficas que se quer realizar.
  3. Vaidhruthi Dosha. Yoga desfavorável para todas as ações auspiciosas. Este é o 27º naisargika yoga e é considerado muito maléfico

No próximo artigo falaremos do cancelamento dos yogas que acabámos de descrever.

Também Poderá Gostar de Ler

Leave a Comment