Horóscopo, signos, Nakshatras, Aspetos Introdutórios

Livro aberto numa biblioteca

Iniciamos neste artigo a exploração da obra clássica da astrologia Jyotish de horóscopo, do autor Varahamihira[1], Brihat Jataka. Esta é uma obra clássica importante da Astrologia Jyotish e contém ensinamentos importantes para todos os que desejam saber mais sobre este sistema de astrologia da Índia. Neste artigo falamos dos aspetos introdutórios.

Os leitores poderão ver, à medida que formos publicando, conceitos que são comuns aos desenvolvidos pela Astrologia Helenística, por ex., na obra de Ptolomeu, Tetrabiblos, o que não admira, uma vez que a astrologia da índia, apesar de ter tido várias influências ao longo dos séculos, teve um ponto de partida na Astrologia helenística, através das conquistas de Alexandre Magno, que levou este saber para a Índia.

Isto não impede que a astrologia Jyotish tenha também tido desenvolvimentos que não existem noutros sistemas.

Nos aspetos introdutórios da obra que agora exploramos, o autor  Varaha Mihira define em primeiro lugar  o conceito de «horóscopo»:  este mostra os efeitos das boas e más ações de um indivíduo no nascimento anterior de modo que, no nascimento atual, o nativo tem como lote experienciar alegrias e dificuldades pelas boas e más ações realizadas anteriormente.  É isto que a carta natal mostra.

Isto sucede porque, refere o autor, as sementes lançadas num nascimento darão frutos de acordo com as ações realizadas, num nascimento posterior.

Notas Introdutórias do Autor

O Zodíaco inicia-se no grau zero do signo de Carneiro e o início do Nakshatra de Ashwini. Sendo constituído por 12 signos. Cada Nakshsatra tem quatro padas. No total, o Zodíaco forma um círculo, que corresponde ao homem celeste, Kalapurusha.

Este é visto em analogia com o homem terreno, sendo os signos e os Nakshatras a expressão das suas partes do corpo: cabeça, face, peito, coração, cintura, umbigo, abdómen, órgãos genitais, duas coxas, dois joelhos, dois tornozelos e dois pés.

Os signos e os Nakshatras regem, por isso, as partes do corpo referidas, tanto no homem celeste como no homem terreno pois «Assim como é em cima, é em baixo).

É assim que podemos compreender as partes do corpo e a regência dos signos:

Signos e Partes do Corpo

Signo Carneiro- Cabeça

Signo Touro- Face

Signo Gémeos-Peito

Signo Caranguejo- Coração

Signo Leão- Cintura

Signo Virgem-umbigo

Signo Balança-Abdómen

Signo Escorpião- Órgãos genitais

Signo Sagitário- Duas coxas

Signo Capricórnio- Dois joelhos

Signo Aquário- Dois tornozelos

Signo Peixes.- Dois pés.

O mesmo pode referir-se em relação aos Nakshatras, que são 27 e têm cada um   4 padas . Cada Nakshsatra tem também estrelas mais importantes. Os leitores podem ler a descrição de cada um dos Nakshatras e respetivos padas, no nosso outro site A Tua Vida nos Astros[2]. Existem no total 108 padas nos Nakshatras.

Formas dos Signos

Signo Carneiro- tem a forma de um Carneiro.

Signo Touro- Tem a forma de um Touro.

Signo Gémeos- Tem a forma de um homem (com um pau) e uma mulher (com uma Lira) ambos sentados num assento.

Signo Caranguejo- Tem a forma de um caranguejo.

Signo Leão- Tem a forma de um Leão.

Signo Virgem- tem a forma de uma virgem num barco tendo numa mão um feixe de cereais e na outra uma lâmpada.

Signo Balança- Tem a forma de uma pessoa segurando uma balança nas mãos.

Signo Escorpião- Tem a forma de um escorpião.

Signo Sagitário-Tem a forma de um homem que, na parte inferior, tem corpo de cavalo.

Signo Capricórnio-  Tem a forma de um crocodilo com a face de um veado.

Signo Aquário- Tem a forma de um homem com um pote de Água.

Signo Peixes.- Tem a forma de dois peixes situados ao lado um do outro com a cabeça de um junto da cauda do outro.

A caracterização da forma dos signos é particularmente útil na Astrologia horária (prashna) em especial para procurar artigos roubados, etc.

No próximo artigo continuaremos a explorar aspetos introdutórios da obra Brihat Jataka, que esclarecem alguns conceitos que muitos usam, sem por vezes compreenderem os fundamentos.

 

[1] Varahamihira nasceu do ano 505 AC na Índia e foi astrónomo e homem de muitos saberes, segundo a tradição.

[2]  Atuavidanosastros.com : menus Nakshatras , um Outro Olhar sobre os Nakshatras, Nakshatra da Lua.

Também Poderá Gostar de Ler

Leave a Comment