Regente da 7ª Casa na 7ª 8ª e 9ª Casas

 

noivos no casamento

Neste artigo descrevemos os efeitos da colocação do regente da 7ª casa na 7ª, 8ª e 9ª casas do horóscopo. Este artigo complementa um outro mais antigo já publicado, acrescentando mais informação.

Regente da 7ª Casa na 7ª Casa

A colocação do regente da 7ª casa na casa que rege é considerada uma boa posição. Protege os assuntos da 7ª casa e, deste modo, potencia boas parcerias e felicidade no casamento.

Este será feliz a todos os níveis, incluindo uma boa compatibilidade no plano sexual. O parceiro será também de origem social considerada boa, será atraente e respeitado.

O nativo pode casar cedo   mantém uma relação igualitárias no casamento, no qual há harmonia a bom entendimento.

Terá também uma boa educação que o prepara para o sucesso na área profissional que deseja. Pode alcançar uma posição elevada na carreira e o cônjuge pode também ser uma pessoa bem colocada, incluindo na área da política.

Quando o planeta regente da 7ª  casa é um planeta benéfico, a cooperação entre os cônjuges é muito boa. Mas, quando se trata de um planeta maléfico, pode haver dificuldades e conflitos de poder entre os cônjuges.

Ambos são independentes, material e profissionalmente, pelo que não mantêm um casamento que, na sua opinião, não funciona com harmonia. Nesse caso, pode haver separação e divórcio.

O nativo pode conhecer o cônjuge durante uma viagem de longa distância e realizará frequentes viagens para país estrangeiro.

Esta posição indica muitas vezes alguém que associa o casamento aos negócios, estando unido «no trabalho e na vida» com o parceiro.

O nativo e o parceiro são pessoas educadas e refinadas socialmente, não gostando de confrontos abertos, não tolerando indelicadezas nem a incapacidade de interagir buscando sempre o compromisso. Por isso, civilizadamente, se o relacionamento não funciona, separam-se sem acrimónia.

No entanto, consideram o casamento como uma instituição respeitável dentro da qual a família deve existir por isso, escolhem casar-se em vez de se envolver em relacionamentos menos formais.

E a sua atitude em relação ao casamento é semelhante á dos negócios: cada um deve cumprir os deveres contratuais que aceitou livremente.  E não se importam de negociar com o parceiro, as condições em que coabitam e vivem em comum.

Talvez por isso, uma das profissões frequentes para este nativo seja a de advogado,  profissão muitas vezes partilhada com o consorte.

Regente da 7ª Casa na 8ª Casa

A colocação do regente da 7ª casa na 8ª casa, uma casa dusthana, é considerada desfavorável para as parcerias e, principalmente, para o casamento pois pode ser um indicador de viuvez.

Também indica que o cônjuge pode sofrer de doenças súbitas. Mas também indica que o relacionamento em si pode ser problemático, com desentendimentos, segredos de um e de outro, relacionamentos extraconjugais de natureza sexual.

Mas esta posição também pode dar bons efeitos, se o regente da 7ª casa estiver dignificado na 8ª casa. Quando isso acontece, o cônjuge pode obter ganhos substanciais em negócios, através de mediação, formação de acordos e contratos, etc.

Através do parceiro ou em colaboração com este,  o nativo pode ter acesso a muitos bens materiais. O casamento pode também ser um importante estímulo para a transformação do nativo, na sua identidade emocional e pessoal.

Mas, mesmo quando os dois regentes e casas estão fortes e bem colocados, o casamento passará por crises e altos e baixos, tendo impacto forte nos processos de transformação pessoal.

A própria relação de casamento é o fator que gera tais processos e eventos de crise, com mudanças e ocorrências inesperadas na vida do nativo. Tais eventos podem ter a ver com a própria personalidade, que pode ser instável, com comportamentos erráticos, etc.

Há em geral um padrão de controlo e manipulação de parte a parte, misturado com um caráter apaixonado, ciúmes, intensidade emocional nas respostas, com grande variação de comportamentos, muitas vezes contraditórios e inesperados.

Estas crises poderão ter um efeito positivo em ambos os parceiros, quando o regente da 7ª e da 8ª estão bem colocados, mudando a identidade de ambos de forma a que ambos crescem em conjunto.

A possibilidade de enfrentarem períodos difíceis pode contribuir para uma maior união entre ambos, fortalecendo os sentimentos mútuos.

Mas, se os regentes das duas casas estiverem fracos ou aflitos, as interações podem ser muito destrutivas e conduzir a atos mútuos de agressão e grande turbulência.

A vitalidade física do cônjuge do nativo é forte e este tem também uma natureza fortemente passional e sexual, conduzindo a emoções intensas, ciúmes, etc. O casamento funciona, deste modo, em cima de uma espécie de barril de pólvora, sobretudo quando os planetas e as casas estão fracos.

O nativo também tende para práticas sexuais consideradas tabu, em especial quando os regentes das casas atuam de forma menos positiva.

Esta combinação produz eventos súbitos, que tanto podem ser de perda ou de ganho. A diferença é o estado dos regentes da 7ª e da 8ª casa: se estiverem fortes, o relacionamento pode, apesar de algumas crises, ter a sua dose de felicidade mútua e pode haver ganhos súbitos de riqueza, seja por herança, jogo,  família do cônjuge, lotaria, indemnização, etc.

Mas, se os planetas forem fracos, ocorrerão eventos súbitos de perda , ganhos de forma ilegal que trazem consequências súbitas desastrosas, por ex. através de atividade conjunta com o cônjuge à margem das obrigações legais.

Quando Vénus está fraco ou sofre aflição, e os regentes estão mal colocados, o nativo pode também contrair doenças de origem sexual, devido a comportamentos promíscuos. O divórcio também pode ocorrer.

O nativo com esta posição pode morrer em país estrangeiro.

Psicologicamente o nativo com esta posição precisa de parceiros emocionalmente intensos, mesmo que isso provoque crises continuadas porque esse é o padrão a que é capaz de responder emocionalmente.

O casamento também é visto pelo nativo como uma parceria vantajosa para juntar os recursos financeiros.  Nas parcerias de negócios pode estar envolvido na gestão de recursos financeiros de outros, gestão dos impostos, seguros, Gestão de heranças, etc.

Regente da 7ª Casa na 9ª casa

A colocação do regente da 7ª casa na 9ª casa pode dar excelentes resultados pois, se o regente da 7ª estiver forte, torna-se um yogakaraka.

O nativo é motivado, trabalhador, com capacidade de iniciativa e gosto pelo risco, ao mesmo tempo que respeita valores éticos nos seus esforços para concretizar as ambições materiais, sem «pisar» os direitos e legítimas aspirações de terceiros.

Esta posição é também conhecida por indicar uma forte natureza sensual do nativo, que pode manter múltiplos relacionamentos de caráter sexual. E, sendo a 9ª casa a 3ª a partir da 7ª (logo, uma casa upachaya ou de crescimento) não é de esperar que o nativo mude de comportamento depois de casar, podendo suceder o contrário.

O mencionado atrás sucede especialmente quando o regente da 7ª está fraco na 9ª. Quando está forte, o nativo terá um cônjuge afortunado e com excelentes qualidades, e terá um casamento feliz.

O cônjuge é inteligente e cheio de entusiasmo e iniciativa, de modo que ajuda a contribuir para os recursos do casamento. Aliás, estas qualidades do cônjuge podem mesmo servir para desenvolver no nativo a iniciativa necessária para se lançar em projetos que alcançarão sucesso.

A sorte pode melhorar bastante depois do casamento ou da formação de parcerias, o que significa que o nativo terá sorte na medida em que formar boas parcerias, tanto nos negócios como no casamento.

Os parceiros são pessoas bem formadas e com elevados princípios, agindo de forma ética e podem ter disposição espiritual e/ou filosófica. O nativo terá mais possibilidades de sucesso trabalhando em parceria do que sozinho. De algum modo, os parceiros (e cônjuge) «dão-lhe sorte».

As qualidades de caráter do nativo também lhe permitirão formar uma boa imagem social e reputação, alcançando respeito dos membros da sociedade.

O pai do nativo está envolvido em viagens frequentes, por alguma razão. O pai também pode escolher residir ou trabalhar em país estrangeiro. O mesmo pode acontecer com o nativo.

O regente da 7ª casa fraco na 9ª casa pode indicar separação física em relação ao pai . Nessa circunstância, o regente da 7ª pode tornar-se um planeta maraka para  o pai. Quando o regente da 9ª casa está forte, o pai pode ter bastante sucesso material e será também alguém espiritual e de bons princípios.

Todos os significados positivos referidos atrás têm em conta que o regente da 7ª casa não sofre aflições nem está fraco na 9ª casa. Os regentes das duas casas fracos indicam problemas no relacionamento conjugal, por ex., devido a relacionamentos extraconjugais.

O parceiro de casamento pode ser encontrado numa viagem de longa distância ou num país estrangeiro. O nativo gosta de se relacionar com uma pessoa que gosta de refletir sobre a realidade e é espiritualmente inclinada, tendo também boas qualidades morais.

O nativo também prefere pessoas que gostam de viajar com frequência e que o ajudem a abrir os horizontes.

Quando forma parcerias de negócio, este nativo prefere trabalhar em atividades relacionadas com viagens, educação e cultura, jornalismo, publicação editorial, diplomacia,  etc.

Também Poderá Gostar de Ler

2 Thoughts to “Regente da 7ª Casa na 7ª 8ª e 9ª Casas”

  1. Leco

    Aqui no blog é recomendado o programa jaganatha hora, baixei ele e fiz meu mapa para interpretar mas diz q nasci sobre o yoga atiganda e então procurei no blog o significado mas não achei post, essa parte do estudo não é importante pois diz ser um yoga malefico mesmo com um mapa bom, como procedo?

    1. Antes de mais, deve ter em conta que o horóscopo é um todo global e que um único yoga não determina a sua vida. O yoga de que fala é um nitya yoga, pertencente ao grupo Naisargika yogas, de que há relato neste site. Mas é usado principalmente na astrologia muhurtha ou horária. Note que, neste site, descrevemos os 300 yogas (entre os milhares que existem referidos nos livros antigos) a partir da obra do Dr. B. V. Raman, que selecionou os que considerou serem importantes para a análise do horóscopo (e também refere alguns desse grupo). O Atiganda não é um dos que mais relevo tem, na astrologia de horóscopo. Mas pode ir estudando esse grupo naisargika e ir vendo se esse yoga tem impacto na sua vida. Não há como a experiência! note que o Dr Raman, na obra Muhurtha, refere um conjunto de yogas adversos do grupo naisargika mas não gasta tempo com o que refere. Pode ver neste link os yogas referidos por este autor como os piores, na muhurtha: https://aprendizdeastrologia.com/2020/12/muhurtha-yogas-adversos/

Leave a Comment