Chaves para a interpretação da Força Ashtakvarga

flores estilizadas

Neste artigo descrevemos algumas chaves para a interpretação da força Ashtakvarga, dadas pelo sábio Varahamihira, na sua obra Brihat Jataka.

 O que é a Força Ashtakvarga

A força Ashtakvarga baseia-se na ideia de que os planetas são mais fortes quando colocados em determinadas casas e signos. Demos, em outros artigos, a explicação de como se encontra  o Ashtakvarga dos vários planetas.

Vamos apenas precisar alguns aspetos de terminologia: a soma em separado dos pontos obtidos por cada planeta chama-se bhinanshtakvarga. A soma de todos os pontos obtidos em cada signo e vargas para um dado planeta chama-se Sarvashtakvarga.

Deste modo, a Sarvashtakvarga mostra por ex., os pontos que Júpiter  obtém no signo Caranguejo em todo o conjunto das cartas divisionais.

Esta informação mostra-nos a força total do planeta e é usada para fazer previsões , usando a tabela global dos 7 planetas, cuja soma é sempre de 337 pontos. Cada planeta distribui um número de pontos:

Júpiter distribui 56 pontos benéficos; Mercúrio distribui 54 pontos benéficos; Vénus distribui 52 pontos benéficos; a Terra (Ascendente) distribui 49 pontos benéficos; a Lua distribui 49 pontos benéficos; o Sol distribui 48 pontos benéficos; Marte distribui 39 pontos benéficos e Saturno distribui 39 pontos benéficos.

A soma total de pontos dados por cada planeta é igual em todas as cartas mas o modo como cada planeta distribui esses pontos é único em cada carta.

Interpretar a Força Ashtakvarga

Quando um signo/casa tem mais de 30 pontos distribuídos, e quando os planetas transitam por esse signo/casa, produzem efeitos positivos. Se a casa obtém um número de pontos entre 25 e 30, os efeitos dos trânsitos são médios e, se os pontos forem inferiores a 25, os efeitos dos planetas ao transitar por esse signo/casa serão pouco positivos.

Há também que comparar os resultados de pontos nas casas. Por ex., a 10ª casa representa a profissão, a 11 representa ganhos e a 12ª casa representa perdas.

Deste modo, para haver sucesso e uma vida material confortável,  o número de pontos da 11ª casa deve ser mais alto que o da 10ª e o da 12ª deve ser o mais baixo, caso contrário a pessoa terá  mais despesas do que ganhos.

As casas 6ª, 8ª e 12ª deverão ter pontuações mais baixas para a vida ser menos difícil e próspera. Nas restantes casas, um número elevado de pontos significa prosperidade.

Mais informação pode ser obtida somando-se os pontos das casas ocupadas pelos signos de Peixes a Gémeos; de Caranguejo a Balança; e depois de Escorpião a Aquário.

Estes três grupos de signos representam as três fases da vida: infância e juventude, maturidade, velhice. A secção que tiver o maior número de pontos indica que essa fase da vida será feliz e próspera.

Para refinar esta informação, atender ao seguinte: se 3 ou mais planetas maléficos estiverem colocados na seção de Peixes a Gémeos, a pessoa sofrerá dificuldades nessa  fase da vida, que é a da infância. E o mesmo se aplica às restantes secções.

Se houver planetas benéficos e maléficos numa dessas secções, a pessoa passa por períodos felizes e outros problemáticos, se numa secção só há planetas benéficos, esse será um período feliz.

Mais informações podem ser obtidas do seguinte modo: somar os pontos das casas de colocação de  Saturno, Marte e o Ascendente. O resultado mostrará o ano no qual a pessoa sofrerá situações difíceis ou doenças.

Somar os pontos das casas de colocação de Rahu, Marte e Saturno. A soma dá o ano no qual a pessoa pode sofrer de perigo de envenenamento, ferimentos e  devido a armas.

Somar os pontos das casas onde se encontram colocados os planetas benéficos. a soma dá o ano no qual a pessoa viverá conhecimentos felizes, como ter um filho, obter riqueza, sentir felicidade, realizar algum desejo importante.

Multiplicar o número de pontos obtidos pelo regente da 8ª casa a partir do Ascendente ( e que é fixo, ver atrás os pontos que cada planeta dá) pelos pontos da 8ª casa . dividir o resultado por 12. O resultado dará o mês, a partir de Carneiro, no qual uma pessoa morrerá (mas não o ano).

Também Poderá Gostar de Ler

Leave a Comment