Descrição dos Nabhasa yogas

abstrato

No artigo de hoje, baseado na obra Brihat Jataka de Varahamihira, falamos de uma categoria de yogas, chamados Nabhasa yogas e fazemos a sua descrição, de acordo com o autor. No próximo artigo daremos os efeitos destes yogas.

Descrição dos Nabhasa Yogas

Os nabhasa yogas contemplam um elevado número de yogas (1800)  que o autor, da obra, baseado em Satyacharya, reduz a  4 grupos : Akriti yogas :20; Sankhya yogas: 7; Asraya yogas: 3; Dala yogas : 2.

Ao contrário do que sucede com outros yogas, que frutificam no período dasa ou antardasa dos planetas que os compõem, os Nabhasa yogas fazem sentir os seus efeitos ao longo da vida.

Segundo Varahamihira, estes 32 yogas contêm os 1800 referidos por Yavanas. O autor segue Satyacharya. Segundo este, o grupo dos Asrya yogas é constituído por 3 yogas como segue:

Asrya Yogas

Quando todos os planetas estão colocados em signos cardinais, formam Rajju yogas; quando todos   os planetas estão colocados em signos mutáveis formam Nala yogas; e quando todos os planetas estão colocados em signos fixos formam musala yogas.

Dala yogas

Quando os planetas benéficos (Mercúrio, Júpiter e Vénus segundo Garga) ocupam as casas kendra– forma-se o yoga Srikor Mala. Cada planeta deve estar colocado numa casa kendra e a outra casa kendra não deve conter planetas maléficos.

Quando todos os planetas maléficos (Sol, Marte e Saturno, segundo Garga) ocupam casas kendra – forma-se o Sarpa yoga. Do mesmo modo, cada um ocupa uma das casas kendra e na outra não há planetas maléficos colocados.

Akriti yogas

Quando todos os planetas ocupam 2 quaisquer casas kendra adjacentes ( 1ª e 4ª; 4ª e 7ª; 7ª 10; 10ª e 1ª) forma-se o yoga Gada.

Quando todos os planetas ocupam a 1º e a 7ª casa forma-se o Sakata yoga.

Quando todos os planetas ocupam a 4ª e a 10ª casa, forma-se o Vihaga yoga:

Quando todos os planetas ocupam o Ascendente e 5ª e a 9ª casas forma-se o Sringataka yoga.

Quando todos os planetas ocupam todas as outras casas triangulares (isto pode ocorrer de três modos. Todos os planetas estão colocados na 2ª, 6ª e 10ª casas; todos os planetas estão colocados na 3ª, 7ª e 11ª casas; todos os planetas estão colocados na 4ª, 8ª e 12ª casa) forma-se o Hala yoga.

Quando planetas benéficos ocupam a 1ª e a 7ª casa e os planetas maléficos ocupam a 4ª e a 10ª casa forma-se o Vajra yoga.

Quando os planetas maléficos estão todos colocados na 1ª e na 7ª casa e todos os planetas benéficos estão colocados na 4ª e na 10ª casa forma-se o Yava yoga.

Quando todos os planetas estão colocados nas quatro casa kendra forma-se o Kamala yoga.

Quando todos os planetas estão colocados nas quatro casas Panapara (ou sucedentes) (2ª, 5ª, 8ª ou 11ª casa)  ou nas quatro casas Apoklima (ou cadentes) (3ª, 6ª, 9ª 12ª) forma-se o Vapi yoga.

A propósito dos yogas Vopi e Vajra, Varahamihira questiona como é possível que Mercúrio e Vénus ocupem o 4ª signo a partir do sol, uma vez que nunca se afastam deste mais do que 28º (Mercúrio) e 48º (Vénus).

O autor afirma que se limitou a seguir os antigos na descrição do yoga mas não entende como são estes possíveis. A este propósito, outros investigadores afirmam que os yogas referidos se formam na Bhava chakra e não na Rasi chakra (ou horóscopo).

Tanto a Rasi chakra como a bhava chakra são divisões da eclítica em 12 partes mas, enquanto a Rasi usa o sistema de 12 casas iguais (cada casa corresponde a um signo) a Bhava chakra usa um sistema de casas desiguais, de acordo com a latitude do lugar, como sucede com os sistemas de casas usados na astrologia ocidental.

Hoje em dia não é necessário fazer cálculos manuais para levantar esta ou qualquer outra carta pois qualquer software, incluindo o gratuito Jaganatha Hora, fazem o cálculo automaticamente.

O que conta para esta escrita é que, na bhava chakra os yogas referidos são possíveis e é nesta carta que devem ser vistos e não na rasi.

Voltando aos Akriti yogas, quando todos os planetas ocupam os 4 signos a partir do Ascendente, estamos perante o Yupa yoga.

Quando todos os planetas estão colocados nas quatro casa a partir da 4ª forma-se o Ishu ou Bana yoga. (4ª, 5ª, 6ª,7ª)

Quando todos os planetas estão colocados a partir da 7ª casa e nas quatro casas a partir desta, obtemos o Sakti yoga.(7ª, 8ª, 9ª, 10ª)

E quando todos os planetas estão colocados nas quatro casas a partir da 10º casa obtemos o Danda yoga. (10ª, 11ª, 12ª,1ª)

Quando todos os planetas ocupam os sete signos a partir do Ascendente, obtemos o Nau yoga.

Quando os planetas ocupam os sete signos a partir da 4ª casa obtemos o Kuta yoga.

Quanto os planetas ocupam os sete signos a partir da 7ª casa obtemos o chhatra yoga.

Quando todos os planetas ocupam  os sete signos a partir da 10ª casa obtemos o Chapa yoga.

Quando todos os planetas estão colocados nos sete signos a partir de uma casa panapara ou apoklima, obtemos o yoga Ardha -chandra

Quando os planetas ocupam 6 signos alternados a partir da 2ª casa (2ª, 4ª, 6ª, 8ª, 10ª, 12ª ) obtemos o Samudra yoga.

Se os planetas ocupam 6 signos alternados a partir do Ascendente, formam o chakra yoga.

Quando os Asraya yogas fazem parte de outros yogas deverão ser tratados como estes últimos. Por ex., se um musala yoga fizer parte de um Kamala yoga, deve-se considerar apenas este.

Também Poderá Gostar de Ler

Leave a Comment