Conjunção Mercúrio Saturno na 1ª Casa Signo Carneiro

homem  preocupado  a escrever

Descrevemos neste artigo os efeitos gerais da conjunção Mercúrio Saturno na 1ª casa e no signo Carneiro.

Pode ler a descrição dos efeitos da colocação de Mercúrio na 1ª casa aqui e no signo Carneiro aqui.

Pode ler a descrição dos efeitos de Saturno na 1ª casa aqui e no signo Carneiro aqui.

Quando Mercúrio e Saturno estão juntos na 1ª casa do horóscopo, isso indica uma restrição kármica no que se refere ao uso da mente e do discurso, levando a pessoa a colocar-se continuamente limites em relação a este aspeto da sua identidade.

O nativo pode sentir que corre riscos no plano físico, se usar o poder do discurso para além de determinados limites. Deste modo, habitua-se a efetuar uma divisão clara, na sua mente, sobre o que lhe é ou não permitido fazer no plano do desenvolvimento das ideias, do pensamento, do uso da palavra.

Tal divisão é inconsciente, mas manifesta-se no medo instintivo de que algo terrível pode acontecer-lhe se for além de certos imites no uso da sua mente. E, como a conjunção se dá no Ascendente, que significa o corpo, o nativo sente que a sua integridade física como um todo está ameaçada por isso.

Deste modo, tende a considerar a conversa espontânea e a troca livre de ideias como um perigo real para si, constrangendo-se a manter a distância nas interações com os outros e evitando expor o que realmente  pensa.

O resultado pode ser uma forma de falar que soa ao vazio pois é percecionada como palavras vazias de envolvimento pessoal, vazias de emoções.  O discurso é neutro, como se viesse de uma máquina ou dispositivo programado previamente e sem vida própria.

O mesmo medo estende-se à produção escrita, com o nativo a não se expor de forma pessoal, mas a escrever apenas «ideias feitas», que poderiam ser ditas por qualquer pessoa e, por isso mesmo, não o comprometem.

Estas pessoas têm medo do confronto de ideias, por temerem, inconscientemente, que este se transforme num perigoso confronto físico. Nas memórias subconscientes têm guardadas experiências em que a exposição do pensamento e opinião individual teve terríveis consequências, podendo mesmo ter causado a morte.

Mas, apesar desse medo, a posição desta conjunção na 1ª casa, uma casa de ação e competição, obriga o nativo a competir com outros, pelo que este tem a oportunidade de «revisitar» os medos inconscientes e, se tudo correr bem,  de se libertar destes, em geral no período dasa ou subperíodo de um dos planetas em conjunção.

Mercúrio é um planeta neutro por natureza, pelo que tende a assumir as qualidades do planeta com o qual está associado. Por isso, em vez da irrequietude e ligeireza de Mercúrio quando está colocado sozinho na 1ª casa e da sua exuberância juvenil,  temos a disciplina, reserva  e a taciturnidade próprias de uma pessoa mais velha ao falar.

A rigidez mental faz-se sentir também, nas crenças, que podem aparecer como imutáveis quando o nativo fala. Se Mercúrio tiver o grau inferior na conjunção, haverá menos rigidez na comunicação , longe do estilo coloquial próprio de Mercúrio.

Ao invés da aparência jovem do nativo, habitual com esta colocação, a pessoa pode parecer sem energia, apática, dada à inércia. É mais séria e obediente, conformando-se em respeitar as regras que lhes são ensinadas desde criança.

Há, deste modo, uma alteração substancial das características associadas à presença de Mercúrio na 1ª casa pois o nativo pode mesmo parecer mais maduro do que a sua idade biológica.

Também pensam bem antes de falar, mostrando disciplina e respeito pelo que os outros lhes dizem. Mas têm também menos pensamento crítico, recorrendo a ideias transmitidas em vez de pensarem pela sua cabeça.

Aprendem também a reconhecer «o seu lugar» na estrutura da família e da sociedade e não questionam, geralmente, essas regras. Ao longo da vida lutam para adquirir controlo sobre a sua maneira de pensar e de falar.

O regresso de Saturno à posição de nascimento , aos 30 anos, trará experiências que levarão a  viver as experiências kármicas  significadas pela conjunção e, com elas, a oportunidade de se libertar desses medos, enfrentando-os na área de vida em que o uso do pensamento e do discurso é mais estrutural para a identidade.

Será, no entanto, pouco provável que a tendência cautelosa no uso do discurso e das faculdades mentais, desapareça por completo, embora possa transformar-se.

Quando a conjunção se dá no signo Carneiro, Saturno está em desvantagem pois fica debilitado neste signo. Porém, dada a natureza neutra de Mercúrio, a aflição por um Saturno debilitado pode ser também bastante difícil.

Por sua vez, Mercúrio também está em signo inimigo. Deste modo, esta colocação pode ter os seus desafios e produzir bastante frustração internalizada. O estilo de comunicação, quando este planeta está em Carneiro, é bastante mais rude, perdendo a natural eloquência mental.

Mas, porque a presença de Saturno no signo Carneiro produz muitos medos de se expor, medo do que pode acontecer se a pessoa correr o risco de falar, de escrever o que pensa, etc., isto pode resultar no puro conformismo com as regras aceites e na repetição das «verdades» convencionais defendidas pela maioria.

Há, assim, a tendência para a repressão das ideias que são contrárias às crenças da sociedade ou daqueles com quem o nativo trabalha mas, mesmo assim, a mentalidade representada por esta colocação em Carneiro é a que discrimina e separa os seres e as coisas.

E o nativo com esta combinação pode ser alvo de discriminação por parte dos outros, por alguma condição física, ou mental por alguma diferença que tenha relativamente à maioria. E pode sofrer as consequências de decisões tomadas por outros de forma impulsiva,

Assim, a vida é uma luta constante, com  a conjunção Mercúrio Saturno na 1ª casa ou no signo Carneiro. Será menos difícil de suportar se acontecer numa casa upachaya , em que há a possibilidade de melhoria com o tempo e os esforços individuais.

Também Poderá Gostar de Ler

Deixe um comentário, ajude-nos a melhorar