Conjunção Mercúrio Saturno na 10ª Casa Signo Capricórnio

homem junto de uma pilha de processos e dossiês para analisar

Descrevemos neste artigo os efeitos gerais da conjunção Mercúrio Saturno na 10ª casa e no signo Capricórnio.

Pode ler a descrição dos efeitos da colocação de Mercúrio na 10ª casa aqui e no signo Capricórnio aqui.

Pode ler a descrição dos efeitos de Saturno na 10ª casa aqui e no signo Capricórnio aqui.

A conjunção Mercúrio Saturno está potencialmente bem colocada na 10ª casa, que tem regência de Saturno e na qual Mercúrio dá também bons resultados,

Estes nativos dão-se lindamente a gerir instituições com autoridade social, hierarquizadas e reguladas. São bons líderes e gestores destas instituições. Podem também gerir a informação dessas empresas e instituições, efetuar serviços de fiscalização de outros organismos, etc.

Quando Mercúrio tem o grau inferior na conjunção, o nativo desempenha com grande à-vontade cargos de direção executiva, pode ter um cargo na qual é uma autoridade na área do Direito, tendo a seu cargo a fiscalização de outros órgãos no que se refere ao cumprimentos de regras e legislação, etc.

O nativo pode desempenhar cargos de secretário de ministérios do governo relacionados com a área social e a aplicação das leis, pode ser porta-voz do governo ou de instituições governamentais, etc.

Pode também ter a seu cargo a gestão de estabelecimentos ligados à educação, no ensino público.

Quando Saturno controla a conjunção, o nativo agarra-se muito às regras existentes e procura cumpri-las a todo o custo, seja qual for o seu cargo ou profissão. Identifica-se com o cargo de forma impessoal, isto é, cumpre o seu «papel», a sua função de acordo com a lei.

Instintivamente, estas pessoas temem desviar-se das regras e serem punidas por isso da forma que consideram ser a pior: perder a sua reputação, que vale tudo para eles.

São por isso burocratas em essência. Preferem, por exemplo, redigir leis do que aplicá-las. O seu estilo é austero e facilmente reconhecível, quando desempenham cargos no governo ou em instituições empresariais de grande dimensão.

São honestos, muito organizados, conservadores, contidos e sóbrios podendo trabalhar incessantemente para cumprirem o que consideram ser as suas «responsabilidades». E têm uma perspetiva severa em relação aos problemas sociais, considerando que as «liberdades» são causa de todos os males sociais.

Defendem deste modo regulação estrita dos comportamentos e a imposição do critério de «autoridade». Não têm problema em aceitar que a sociedade deve sancionar e punir os que não cumprem as regras que, segundo eles, são melhores para o todo.

Veem a família e o casamento como instituições sociais reguladas por direitos e deveres e em que o afeto é secundário.

Neste aspeto, ajuda ter Mercúrio forte, pois este é um excelente mediador e dá competências sociais e de adaptação, bem como mais compreensão em relação ao funcionamento da sociedade real.

A força de Mercúrio permite ao nativo ser eloquente e bom orador, conseguindo fazer passar melhor as mensagens quando tem funções governativas.

Quando a conjunção se dá no signo Capricórnio os efeitos são potencialmente positivos. Saturno está no signo que rege e Mercúrio está em signo amigo. Mas não deverá estar numa casa dusthana para produzir esses efeitos.

A natureza de Mercúrio é alterada, não apenas por estar em conjunção com Saturno, mas também por estar no signo que este rege. Isto dá obviamente um peso maior a Saturno na conjunção.

Assim, o discurso torna-se mais calculado e menos espontâneo e o nativo tende para a rigidez das suas posições e para o dogmatismo.

A posição de Saturno no signo Capricórnio tem o efeito kármico  de fazer sentir ao nativo que este tem o dever de respeitar as leis e a regulação da sociedade. Ora, quando Mercúrio está em Capricórnio conjunto com Saturno, amplia este efeito.

Deste modo, o nativo tem o receio instintivo de infringir as regras seja qual for a área (casa do horóscopo) em que se dá a conjunção. Tem medo de desrespeitar as convenções sociais aceites em relação a essa área de vida e, portanto, essa é uma área «tabu», em relação à qual o nativo não se permite desvios da norma.

De acordo com a casa em que a conjunção se dá, o nativo comporta-se de acordo com os valores e as regras sociais, essa é a área na qual sente responsabilidade em não criticar, não contestar, mas antes repetir o que a sociedade considera se o correto.

A área de vida afetada por esta posição é assim aquela em que o nativo não tem expressão individual, e em relação à qual mantém medos que traz consigo.

Além do mais, estes indivíduos têm muito medo de serem criticados pelos outros e procuram manter-se «em linha» com o que pensa a maioria para evitar conflitos e ansiedade interior.

Estas pessoas ascendem geralmente de forma muito gradual e depois de muito esforço pois, apesar de estar no próprio signo, Saturno mantém a natureza essencial de atrasar e tornar tudo  mais lento.

O discurso é também mais lento e cauteloso, o nativo não «fala pelos cotovelos» como acontece quando Mercúrio está em outros signos, mas pesa bem as palavras antes de as proferir e fala menos do que é natural a Mercúrio.

No karma que trazem do passado, a informação, a comunicação e /ou a escrita também estão envolvidos. O discurso também é essencialmente pragmático.

Os nativos com a conjunção Mercúrio Saturno na 10ª casa signo Capricórnio identificam-se com as classes sociais menos privilegiadas e podem escolher parceiros de classe social baixa para casar. Outro fator a ter em consideração, é que nas áreas de vida em que se dá a conjunção, o nativo terá de fazer esforços extra para alcançar sucesso. E essa será uma área na qual o exercício do pensar e de comunicar é limitado e restringido pelo próprio indivíduo

Também Poderá Gostar de Ler

Deixe um comentário, ajude-nos a melhorar