Regente da 12ª Casa na 5ª Casa

Estudante estrangeiro em Londres

Neste artigo descrevemos os efeitos da colocação do regente da 12ª casa na 5ª casa do horóscopo. Este artigo complementa outro mais antigo já publicado e contém mais informação.

Regente da 12ª Casa na 5ª Casa

A colocação do regente da 12ª casa na 5ª casa traz obstáculos para os significados da 5ª casa. Nesta posição, o regente da 12ª casa tem uma relação de 6ª casa com a casa que rege e, sendo regente de uma casa dusthana, mostra dificuldades para as áreas significadas pela 5ª casa.

Uma destas dificuldades tem a ver com o processo de educação, nomeadamente a de nível superior, que pode ser dificultada para o nativo. Estas dificuldades podem ser de várias naturezas, mas podem incluir obstáculos e desafios no próprio processo educativo

Estes poderão ser superados com esforço e resiliência do nativo, de forma gradual, mas, para «tirar um curso» terá de enfrentar dificuldades e obstáculos e vencê-los para concluir o que pretende.

Assim, pode haver quebras na educação ou necessidade de mudar para outro lugar mais longe ou no estrangeiro, para esse efeito.

Os efeitos de tudo isso dependem da força e dignidade do planeta que rege a 12ª casa. Se estiver dignificado na 5ª casa, o nativo será inteligente e criativo e conseguirá obter uma boa educação, embora tenha de enfrentar obstáculos relacionados com isso.

Com o planeta dignificado, o nativo poderá obter sucesso em terras estrangeiras, usando os dons naturais, a inteligência e conhecimentos. Mas pode ter de enfrentar adiamento ou atraso na obtenção do grau académico, precisando de resiliência para se manter firme no seu propósito.

Já quando o planeta regente da 12ª casa está fraco na 5ª casa, o nativo pode ter demasiada preguiça para se aplicar na superação dos obstáculos e dificuldades e desistir do seu propósito educacional.

Isto acontece porque se perde numa atitude passiva e sonhadora, que espera que «as boas oportunidades» lhe sejam oferecidas sem ter de tomar a iniciativa de as criar para si.

Assim, o regente da 12ª casa deverá estar dignificado para permitir que o nativo seja mais proativo e seja capaz de usar a sua imaginação e inteligência para desenvolver um caminho de vida mais ativo. A cooperação com pessoas estrangeiras ou países estrangeiros ajuda a alcançar melhores resultados.

Como a 12ª casa também significa despesas, o nativo gastará muito ou com a sua educação e com o desenvolvimento dos seus talentos criativos ou com atividades de diversão e de lazer.

Poderá ter de sacrificar alguns recursos para poder alcançar a obtenção de graus académicos , fazendo opções em que terá de escolher o que é mais importante. Pode também escolher objetivos educacionais relacionados com a espiritualidade ou a religião.

A colocação do regente da 12ª casa na 5ª casa tem efeitos positivos na imaginação e criatividade do nativo, desde que o planeta esteja bem dignificado. Favorece também um caráter virtuoso em termos morais e inclinação para a espiritualidade.

O nativo é capaz de olhar para as experiências difíceis que vive extraindo delas lições de sabedoria e mesmo inspiração para os seus projetos criativos. É capaz de inovar e criar, especialmente no plano do entretenimento e da ficção.

E, se Vénus for o planeta regente e estiver dignificado no horóscopo, o nativo pode obter sucesso além fronteiras  em atividade artística.

Pelo lado menos positivo da relação de 6ª casa que mantém com a casa que rege, o planeta pode indicar um nativo bastante crítico e «de língua afiada», usando a inteligência para demolir situações ou pessoas com as quais não concorda. Pode ter um temperamento propenso para a discórdia com os outros.

Também reage de forma emocionalmente negativa às críticas dos outros, que não aceita de forma natural.

Mas, se estiver dignificado, o regente da 12ª casa na 5ª casa indica o potencial de aprender e melhorar a partir das críticas dos outros e a capacidade de ser humilde, bem organizado e capaz de ser eficiente nas ações que realiza. Também aprende a relativizar o «eu» e a limitar o excesso de arrogância.

Num outro aspeto desta combinação, ela indica também uma pessoa sonhadora e romântica nas suas ligações, aliando sensualidade e romantismo que pode ter uma forte componente espiritual.

Mas, quando o planeta está fraco ou aflito, a pessoa pode experimentar muitas situações de desapontamento na área dos relacionamentos, tendendo para criar expetativas irrealistas em relação aos parceiros.

Devido à relação de 6ª casa, tende a ser muito crítico(a) e conflituoso(a) com os parceiros, o que dificulta o sentimento de felicidade, que não se mantém estável. E, quando o planeta está mal colocado, os parceiros tendem a tornar-se inimigos secretos do nativo.

Quando o planeta está fraco ou aflito, pode não haver filhos. Se estiver dignificado, poderá ter de desenvolver muitos esforços e gastar bastante para conseguir ter filhos. De qualquer modo, quando há filhos também haverá muitos gastos e despesas com estes.

A diferença é que, se o planeta estiver dignificado, tais despesas são feitas por «bons motivos» escolhidos pelo nativo e não por razões associadas a saúde, comportamento desadequado dos filhos, etc.

A posição dignificada do regente da 12ª casa torna o nativo capaz de resistir e superar lutas e obstáculos, de vencer competições com outros, ganhando através dos adversários.

Com esta posição, pode haver perdas substanciais relacionadas com os filhos, incluindo situações de falta de saúde que exigem grandes gastos. Em alguns casos, o nativo está separado dos filhos.

Esta posição indica situações kármicas trazidas do passado para serem resolvidas nesta vida, envolvendo a educação, os filhos, os parceiros românticos.

No plano psicológico, o nativo é mais criativo quando está isolado. Também pode viver a espiritualidade através da atividade artística. Os que se dedicam à prática desportiva, podem também associar-lhe uma vertente humanitária, ligando-se a determinadas causas, especialmente associadas com crianças.

Alguns podem usar os relacionamentos românticos e sexuais como forma de escapismo da rotina e das  obrigações do quotidiano.

Também Poderá Gostar de Ler

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments