Cartas Divisionais

A Carta Divisional D-10 Dashamsha

divisional D-10 Dashamsha

divisional D-10 Dashamsha

A carta divisional D-10 divide um signo em 10 porções pelo que cada uma tem 3º. Segundo as instruções do sábio Parashara, estas porções iniciam-se, para os signos masculinos, no próprio signo; para os signos pares ou femininos, a contagem inicia-se no 9º signo. Quando o signo é masculino ou ímpar, cada porção tem a regência das divindades que regem  as direções  cardinais seguindo-se uma ordem que se inicia em Indra e termina em Anantha. A ordem inversa é seguida quando os signos são pares.

A divisional D-10 é analisada para se observar o potencial de ascensão profissional, status, respeito  a esperar por parte da sociedade, a dignidade mundana que se  alcançará em termos públicos e, claro, também a carreira enquanto representando as recompensas obtidas pelo cumprimento dos deveres para com a organização social e o coletivo dos seus membros. Mas a D-10 só por si não decide a carreira, sendo que esta, no que se refere  à vocação do nativo é mostrada  em primeiro lugar pela 10ª casa da navamsha. Na navamsha, a 10ª casa refere-se  às capacidades do nativo para desempenhar os seus deveres profissionais em conjunto com a 10ª casa na radix.

A divisional D-10 deve analisar-se quando a pessoa aspira  alcançar cargos de chefia  e liderança, quando deseja ter sucesso e popularidade públicos, deseja saber qual o seu potencial para alcançar respeito e reputação em termos da opinião pública (políticos, por ex.,) ou simplesmente quer saber qual é o seu potencial de alcançar uma posição mais elevada do que o seu ponto de partida na sociedade e na carreira (ou o potencial de ser promovida). Sendo uma casa de karma, a 10ª casa reporta-se, não apenas às recompensas que se podem obter da sociedade  mas também aos fardos que a pessoa terá de carregar em prol do coletivo, medidos em prestação de serviço e de deveres e responsabilidades sociais pois a 10ª casa é a que nos lembra que somos parte de um todo e temos obrigações para com esse todo de que fazemos parte, uma vez que o nosso destino pessoal  se cruza com  o destino pessoal dos outros seres com quem coabitamos- na sociedade e no planeta.

Deste modo, a D-10 é analisada para ver se as promessas da  10ª casa na radix e na D-9 se confirmam de facto no desenrolar da vida concreta. Isto significa que, se a D-10 for mais fraca do que  o que é mostrado na radix e na navamsha então, serão de esperar   resultados menos relevantes do que o que é prometido nessas cartas. Como elemento de confirmação, a D-10 permite aferir, com mais rigor, o que é que, do que é prometido pela D-1 e  pela D-9 em termos de carreira e dignidade pública do indivíduo, se concretizará de facto.

Planetas benéficos bem situados na D-10 asseguram que a pessoa colherá os frutos de uma confortável posição social e o respeito dos membros da sociedade. Planetas em posições negativas , pelo contrário, indicam que será difícil alcançar uma boa reputação e posição social através da vida profissional.  Como a 10ª casa é uma casa upachaya ou de crescimento, isso significa que o nativo tem mais potencial de transformar os padrões que traz do passado e assegurar, pela transformação pessoal, uma melhor posição social. Afinal a 10ª casa é a casa do karma e, nesta casa, através  do esforço pessoal empenhado, o karma que se traz do passado pode ser transformado.

Para analisar a carreira e a profissão e o potencial de sucesso social associado, não se deve ter uma posição linear, pois esta  falha inexoravelmente o objetivo. Deverá procurar-se, no conjunto da D-1, D-9 e D-10 os aspetos que se repetem em todas ou em pelo menos duas dessas cartas e deve haver alguma sensatez e humildade para não tirar conclusões apressadas ao prognosticar aspetos relacionados com estas matérias. Desse modo é possível traçar um perfil de carreira para uma dada pessoa e ver, em conjunto com os períodos dasa e os trânsitos, possíveis mudanças e flutuações a este nível.

A análise da 10ª casa na D-10 permite compreender  qual o karma da pessoa  no que se refere aos deveres (sob a forma do exercício de uma carreira ou profissão) em relação ao coletivo da comunidade.  E, se contarmos 10 casas a partir do Arudha lagna  na D-10 essa casa também mostra a natureza da verdadeira conduta do nativo na sociedade e o status que este adquire em termos sociais.

Como alguns princípios de interpretação,  temos em conta que, se o planeta que rege a 10ª casa na D-10 está exaltado na radix ou D-1 mas está debilitado na D-10, a pessoa pode passar por muitas flutuações na vida pública e profissional alternando períodos de grande visibilidade e aparente estima por parte do público com outros em que essa visibilidade parece perdida bem como a posição até aí alcançada.  Mas, quando o regente da 10ª casa na carta natal  está forte tanto na radix como na D-10 e o  regente da 10ª casa da D-10  também é forte, o nativo pode esperar grande sucesso na carreira e na sua imagem social, alcançando excelente posição e status.

Deve igualmente analisar-se o estado e a posição do planeta que rege o Ascendente na D-10 na carta natal ou radix. A sua colocação positiva ou negativa na radix ajuda a confirmar (ou não ) o sucesso das matérias significadas pela D-10. Ao mesmo tempo deve ter-se em atenção que, na D-10, se houver vários planetas colocados numa ou várias casas , os assuntos significados por estas serão importantes na vida pública e profissional da pessoa. Se isso acontecerá em termos positivos ou negativos, deve aferir-se pela natureza dos planetas colocados nessas casas.

Se houver planetas colocados nas casas dusthana, isso significa que a pessoa estará envolvida profissionalmente com aspetos referidos por essas casas , tanto porque lidará com estes- por ex., um planeta na 6ª casa da D-10 pode indicar uma atividade profissional na área da proteção social ou da advocacia mas também pode indicar que a pessoa é conflituosa e cria  conflitos no local de emprego, devendo fazer-se um  kuízo a partir do conjunto de padrões encontrados nas várias cartas.

Se há planetas importantes colocados na 10ª casa ou 4ª casa da D-10 isso é indicador de que o nativo alcança uma posição social elevada devido às raízes familiares (4ª casa) ou à prestação de serviço público na área da educação, da política, da ciência, etc. de acordo com os valores considerados mais proeminentes pela sociedade em causa. Quando Júpiter está colocado na 4ª ou na 10ª casa pode-se esperar muitas honrarias sociais e familiares, com excelente estatuto e riqueza.

Quando existem planetas importantes colocados numa casa kendra tanto na D-1 como na D-10 o nativo alcançará grande visibilidade pública.  Se houver planetas colocados nas 4 casas kendra na D-1, D-9 e D-10 o nativo alcança visibilidade a nível internacional ou mundial.  Se não houver planetas colocados em nenhuma casa kendra na D-1 e na D-10 o nativo não será conhecido pela sociedade em geral, mantendo-se «visível» apenas no meio restrito da sua vida quotidiana.

Para a análise da carreira ver : a posição do regente da 10ª casa e do regente do Ascendente da carta natal na D-10; ver também onde se encontra, na D-10, o  regente da 10ª casa a partir da Lua na carta natal; finamente,  analisar o regente da 10ª casa da divisional D-10 e da divisional D-9. Estes permitem determinar o potencial da carreira e do seu sucesso. Ter em conta, igualmente, se algum dos planetas referidos está ativo no período dasa/antardasa  ao efetuar a análise.

Deixe um comentário a sua opinião conta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Content is protected !!
%d bloggers like this: