Significado Geral das Casas do Horóscopo #1

lisf

A compreensão dos significados das casas do horóscopo é essencial para podermos interpretar os significados dos planetas – a partir da sua colocação nas casas do horóscopo- e da sua ação nas várias dimensões da nossa vida. Cada casa do horóscopo representa uma área determinada da nossa vida, pois são as casas do horóscopo que nos ligam à Terra e à existência concreta. Por isso, recomendamos que cada um estude e aprenda os vários significados das casas para poder, mais tarde, interpretar o horóscopo.
Significados Gerais das Casas do Horóscopo
1ª Casa– Aparência física, personalidade, natureza da pessoa, indicação geral do propósito de vida e sucesso geral, vitalidade e saúde geral, longevidade, prosperidade ,status e reputação geral a alcançar nesta existência; capacidade geral para realizar os seus desejos e ambições, infância, caráter moral, temperamento, autoconfiança; fama, o modo como os outros nos veem, a abordagem geral que fazemos da vida.
Partes do corpo: cabeça (crânio e testa), cérebro, cabelo, glândula pituitária. A fraqueza ou aflição desta casa e/ou do seu regente provoca tensão mental , dores de cabeça, tonturas, atividade irregular do sistema endócrino, perturbação mental, paralisia, sangramento do nariz, etc.
Planetas Karakas (significadores gerais) : Sol . Quando o sol e Marte , significadores da energia e vitalidade, estão fortes no horóscopo, protegem a saúde e a energia da pessoa para realizar o seu propósito geral de vida.
2ª Casa– Família, educação primária, competências, aquisições, riqueza e status financeiro, modo de ganhar a vida (pelo trabalho e esforço) e como se gasta dinheiro; a alimentação , o filho varão, a posição profissional, o cônjuge, o segundo casamento, posse de dinheiro, pedras e metais preciosos, prosperidade, propriedades móveis, fala, visão (olho direito); relação com a verdade (tendência para falar verdade ou dizer mentiras); indulgência com apetites e comidas de que se gosta; capacidades de aprendizagem, experiências da primeira infância, qualidade do nosso discurso, modo como se aprende; governa a verdade e a imaginação .
Partes do corpo: a face , o nariz e a garganta, a boca, a língua, os dentes, os olhos, especialmente o olho direito, ossos faciais, parte superior do pescoço e os seus ossos, esófago, laringe, cerebelo, traqueia, região cervical e ossos cervicais, amígdalas.
Planetas Karakas (significadores gerais): Mercúrio e Júpiter. A fraqueza ou aflição da 2ª casa, ou do seu regente produz problemas de fala, garganta, problemas na região cervical, nos olhos, nos dentes, etc. Também indica um sistema nervoso fraco e problemas de digestão.
3ª Casa- coragem e bravura, iniciativa, empreendedorismo, capacidade de liderança, competências de compreensão intelectual e discursiva (o poder de aprender), comunicação, irmãos mais novos, vizinhos, força física, viagens curtas, iniciação nas técnicas espirituais, competências de escrita e de comunicação, refeições, ouvido direito, nível energético dos desejos, artes criativas.
Partes do corpo: parte baixa do pescoço, ombros, braços, ouvido direito, mãos, clavículas, glândula tiróide , sistema nervoso e circulatório.
Planetas Karakas (significadores gerais)- Marte. A fraqueza ou aflição da 3ª casa ou do seu regente causa problemas respiratórios, desordens na tiróide, desequilíbrio do sistema nervoso, depressão, dores nos ombros, gaguez, fratura das clavículas, surdez parcial, doenças respiratórias, tuberculose. Quando Mercúrio está forte no horóscopo ajuda a proteger estas áreas.
Nota: a 3ª casa tem uma importância fundamental no horóscopo pois é essencial na educação e na profissão do nativo. Esta casa atua como Mercúrio e como o Sol, uma vez que os aspetos da autoconfiança, da capacidade para compreender e para comunicar são indispensáveis para o sucesso da vida individual.
4ª Casa– Propriedades, bens imóveis, veículos, educação escolar, paz mental e felicidade conjugal; representa a mãe, os familiares, a educação das crianças, os amigos e apoiantes, a vida espiritual, a conduta reta, os confortos e luxos, o país de nascimento, o final da vida, poços, terra, casa, lar, sobrinho, tio materno, coração, ambiente doméstico, heranças, nível de educação, retiro, condições da última parte da vida; é o indicador geral do contentamento pessoal e da felicidade.
Partes do corpo: caixa torácica, coração, peito, seios, pulmões.
Planetas Karakas (significadores gerais): Vénus (felicidade geral e veículos); Lua (mãe, família, lar). Quando a 4ª casa ou o seu regente estão aflitos ou fracos, causa problemas coronários, problemas físicos no peito, na região epigástrica, nos pulmões, problemas circulatórios, problemas mentais. Os planetas Vénus e Lua fortes ajudam a proteger estas áreas.
Nota: a 4ª casa tem grande importância porque as suas significações alteram-se ao longo da vida – na infância indica a felicidade obtida a partir dos cuidados maternos e a educação; na fase adulta da vida rege os bens e propriedades, a harmonia conjugal, os confortos gerais da vida, os veículos; na fase final da vida mostra as condições gerais em que este ocorre. Uma 4ª casa forte indica pais com vida longa. O regente desta casa, quando contém um signo Mooltrikona, é considerado o planeta mais benéfico do horóscopo e esta é considerada como a casa mais benéfica.
5ª Casa– Inteligência, emoções, criatividade e imaginação, o discernimento e a capacidade de discriminação, os talentos intelectuais, a memória, a inteligência criativa, nível de educação, felicidade emocional, romance, amor, amante, ganhos de investimentos especulativos e jogos de sorte, capacidades de organização, sucesso, filhos, crianças, conhecimento, sabedoria, educação/aprendizagem superior, inclinações, objetivos espirituais, discípulos e estudantes, devoção, amuletos, recursos e méritos que trazemos como karma anterior, futuro, digestão, entretenimento, objetivos criativos e de lazer, as boas ações que deram créditos em vidas passadas, romance por prazer, em oposição ao casamento como compromisso.
Partes do corpo: cintura superior, estômago, fígado, vesícula biliar, pâncreas, baço, cólon, diafragma, espinal medula e coluna vertebral, plexo solar.
Planetas Karakas (significadores gerais): Júpiter. A fraqueza/aflição da 5ª casa ou do seu regente produz diabetes, úlcera gástrica, anemia, cólicas devidas a pedra na vesícula, acidez, desordens na medula espinal, dispepsia, pleurisia, etc. O sol forte, como significador da digestão e da vitalidade ajuda a proteger a saúde.
6ª Casa– Dívidas, doença, serviço, disputas e conflitos, inimigos declarados, oponentes e competidores, ladrões, medos, dúvidas e preocupações., vícios e fraquezas, posição financeira estável, tios maternos, serviço, empregados e subordinados, animais domésticos, saúde, proteção contra perdas por roubo, fogo e engano; desentendimentos, litígios, humilhação, ansiedade, hábitos de trabalho, propensão para servir e para ajudar os outros, primos, sobrinhos, colegas, partes opostas em litigação, cônjuge ou amigo que se torna inimigo, tipos de doença ou partes vulneráveis do corpo à doença.
Partes do corpo: cintura, umbigo, baixo abdómen, rins, intestino delgado, parte superior do intestino grosso, função intestinal, apêndice, região lombar das costas, ancas.
Planetas Karakas (significadores gerais): Saturno (doença, obstáculos), Marte (inimizades, ferimentos , roubo), Rahu (relações com o estrangeiro). A fraqueza/aflição da 6ª casa e do seu regente indica problemas com venenos, cólicas, obstipação, hérnia, apendicite, ureia no sangue, esgotamento nervoso, problemas psiquiátricos.
Nota: a análise desta casa é fundamental para ver a posição financeira da pessoa, a saúde e problemas com inimigos. Mercúrio e Marte forte ajudam a proteger estas áreas.

(Continua)

Explicação da Estrutura do Horóscopo na Astrologia Jyotish

nort
O formato usado no norte da Índia é menos intuitivo para um ocidental, embora tenha as sua vantagens, pois mostra de imediato as casas angulares.Vamos analisar o formato das cartas astrológicas tal como são maioritariamente usadas na Astrologia Jyotish.
No desenho apresentado, observamos que a figura interna, formando um losango, contém as chamadas casas angulares- kendra- que são a base do horóscopo: 1ª ou Ascendente, à qual se opõe a 7ª, e depois a 4ª e a 10ª. As casas são fixas neste formato e os signos não são.
Encontrado o signo Ascendente, este é colocado na casa  1ª, sendo os restantes signos colocados segundo o movimento contrário ao dos ponteiros do relógio, na 2ª, 3ª, 4ª, etc. conforme mostrado no desenho. Neste formato, os signos não têm posição fixa, o signo a colocar na  2ª casa  depende do que ocupa a  1ªcasa. Assim, se o Ascendente se encontra em Leão, na segunda casa colocaremos o signo Virgem e sucessivamente, de acordo com a ordem do Zodíaco.
sul
No formato do sul da Índia, que nós preferimos, a disposição dos signos é fixa e o das casas varia:
Como podemos observar no desenho, neste formato, que é o que iremos usar ao longo dos nossos artigos, o signo de Carneiro (Aries) está sempre na posição marcada acima, seguindo-se os outros signos pela ordem do Zodíaco numa orientação que segue a dos ponteiros do relógio . Quando calculamos os dados astrológicos e encontramos a posição por signo do Ascendente, simplesmente colocamos uma linha diagonal a atravessar a referida casa, podendo a seguir numerar as casas seguintes para melhor visualização.
Resumindo: no formato do norte da Índia, as casas são fixas e os signos variam de acordo com aquele que ocupa a posição do Ascendente, colocando-se de acordo com o movimento contrário ao dos ponteiros do relógio, como mostrado no desenho;
No formato do sul da Índia, os signos são fixos e a posição das casas varia, de acordo com o signo que ocupa a posição do Ascendente, sendo colocadas seguindo a ordem dos ponteiros do relógio.
Breve referência aos tipos de casas
Posteriormente explicaremos este assunto mais aprofundadamente mas deixamos um breve resumo das tipos das casas :
Casas Angulares (Kendra): 1ª, 4ª, 7ª, 10ª
Casas Trinas : 1ª, 5ª, 9ª . (A 1ª casa é simultaneamente kendra e Trina)
Casas Maléficas (dusthanas): 6ª, 8ª, 12ª.
A regência das casas determina-se a partir do signo que ocupa a casa e do planeta que rege esse signo. Uma casa é forte ou fraca de acordo com a força do seu regente. Os planetas regentes das casas maléficas indicam eventos negativos, obstáculos etc., de acordo com a natureza dessas casas, durante os seus trânsitos e períodos planetários.
O caráter funcional dos planetas, benéfico ou maléfico, determina-se a partir da regência das casas, tendo por referência os seus signos Mooltrikona (conceito que explicaremos  brevemente).

Obter o Horóscopo de Nascimento com Software Especializado

nortsul
Continuamos a esclarecer os conceitos básicos da terminologia astrológica. Para que cada um  de vós possa relacionar os conceitos que vamos explicando com aspetos práticos, sugerimos que façam um primeiro exercício para obter a vossa carta astrológica, usando o software que  recomendámos, o Jaganatha Hora.
Assim, em primeiro lugar há que confirmar se a hora legal de nascimento corresponde ou não ao tempo universal, que é o do meridiano de Greenwich, (hora TMG). Se nasceram no Verão e no local onde nasceram havia hora de Verão, também é preciso subtrair 1 hora (por vezes 2) para que a vossa hora de nascimento coincida com o tempo universal.
Neste momento muitos de vocês estarão a perguntar porque é que têm que fazer isto se o programa de Astrologia inclui o Atlas e informações que permitem fazer estes cálculos sem ser preciso nós preocuparmo-nos com isso; e respondo-vos que vários programas de Astrologia contêm dados incorretos sobre a hora legal e a hora de Verão dos países de língua portuguesa ,por isso, se não confirmarem os dados consultando as tabelas que  foram disponibilizadas nesta página– consulta que vos tomará apenas alguns segundos ou um ou dois minutos- arriscam-se a que o horóscopo que aparecer no programa não seja, efetivamente, o vosso mapa astrológico natal.
Abram o programa clicando no ícone no vosso ambiente de trabalho duas vezes. Em seguida, cliquem no menu superior «edit» e, quando abrir, em «birthdata»; na caixa que aparece, preencham os campos :
Birthdate: com dia mês e ano de nascimento;
Birthtime: com hora de nascimento;
Gender: escolham feminino ou masculino;
City name: a cidade onde nasceram; A seguir cliquem no botão à direita «rest of the world» para verem várias sugestões de países onde existem cidades com o nome que colocaram; se esta consta do menu, escolham essa passando o rato pelo nome escolhido. ( se não constar terão que procurar na Internet a informação sobre as coordenadas geográficas- latitude e longitude- do lugar de nascimento e preencher manualmente ).
Seguidamente, reparem na caixa «time zone» e vejam se o número que aparece é o mesmo que vocês encontraram na tabela da diferença entre a hora legal e o tempo universal; se sim, cliquem no botão ok e podem confiar nas posições dos planetas , do Ascendente e demais dados astrológicos fornecidos pelo programa. Mas, se verificarem que o nº da time zone não corresponde ao correto- por ex., os leitores nascidos em Portugal continental verão, ao escolher uma cidade do país que, no campo «time zone» aparece 1 h para os nascimentos no Inverno, o que está incorreto porque, no Inverno, a hora legal coincide com a hora do meridiano de Greenwich, devendo corrigir-se para 0h; do mesmo modo, no Verão, aparece 2 h, o que deverá ser corrigido para 1h , pois há apenas uma hora a mais no território continental , relativamente ao tempo universal nessa época do ano. Houve alguns anos em que o horário de Verão foi diferente em Portugal mas, ao consultarem a tabela no site do Observatório Astronómico, os dados estão corretos.
Depois de carregarem no botão «ok» veem, do lado esquerdo do interface do programa, várias cartas astrológicas desenhadas. Pela maior simplicidade, aconselho que escolham o formato do Sul da Índia, o que podem fazer clicando no menu superior «preferences» e depois escolhendo «related to display», depois «language and chart style» e finalmente «south indian regular».
Se passarem com o rato na primeira carta que aparece, com o nome «Rasi» à esquerda, na página do programa, usando o botão direito do rato , aparece um menu onde, no fundo, está a opção «copy chart». Esta opção desdobra-se em várias possibilidades , mas escolham a opção que tem a informação «as it is on screen now». Copiem para uma página de um processador de texto onde podem aumentar o tamanho da mesma para obterem maior visibilidade. As restantes cartas astrológicas que aparecem são as vargas ou divisionais, de que falaremos mais para a frente.
No próximo artigo iremos descrever os dois tipos de cartas astrológicas mais usados na India, para familiarização e para que aprendam a lê-las.

Compreender os conceitos básicos: Zodíaco Sideral Versus Zodíaco Tropical

ast
Para  podermos compreender e interpretar o horóscopo, precisamos de  esclarecer alguns conceitos básicos, que nos ajudarão a contextualizar as análises e as  interpretações que se seguirão.
Zodíaco – ao longo do ano, o Sol efetua um movimento aparente pelo Zodíaco. Esse caminho percorrido pelo Sol tem o nome de Eclíptica. O Zodíaco estende-se por uma extensão de 8º para ambos os lados da eclíptica, formando assim o Zodíaco  numa cintura de 16º composta por 12 signos;  cada signo tem a extensão de 30 º. Nos cálculos,  cada grau do Zodíaco é composto por 60 m e cada minuto divide-se em 60 s . O uso de software torna dispensáveis, estes cálculos manuais.
Existe uma diferença entre o Zodíaco Sideral usado na Astrologia Védica/Jyotish e o Zodíaco Tropical usado na Astrologia Ocidental. Devido ao movimento de precessão dos equinócios, a faixa que corresponde ao Zodíaco e os signos tal como são considerados na Astrologia Ocidental, não correspondem às constelações fixas iniciais, pois em cada 70 anos existe um recuo de 1º. Deste modo, o Zodíaco Tropical utilizado pelos astrólogos ocidentais não é o real, é  simbólico. Por ex., na Astrologia ocidental, quando dizemos que o Sol está a 5º de Aquário, na realidade não está, pois atualmente existe uma diferença de 23 º 9 m (Lahiri)  de precessão em relação à posição original do Zodíaco, em que as constelações e os signos eram coincidentes e é preciso recuar cerca de 23 º para encontrar a posição real do Sol, que é  a 12 º no signo de Capricórnio.
Não vamos discutir aqui as vantagens de um ou de  outro dos Zodíacos mas afirmamos a nossa preferência pelo Zodíaco Sideral, seguido pela Astrologia Jyotish, e que tem dado provas de ser vantajoso na realização de previsões rigorosas dos eventos. A diferença de longitude entre o Zodíaco Sideral e o Zodíaco Tropical chama-se Ayanamsa . Existem diferentes formas de calcular esta diferença mas a mais reputada , aceite pelo governo da Índia, é a de N.C. Lahiri, que considera que essa diferença é de 23º 9 m. O  que isto significa é que, para situarmos os planetas na sua posição real, no Zodíaco Sideral, temos que subtrair das posições calculadas para o Zodíaco Tropical, 23º 9 m. (a menos que utilizemos software que faz os cálculos para o Zodíaco Sideral, como o que foi aconselhado no post anterior).  Os astrólogos consideram que entre os anos 200-600 da era cristã houve um momento em que os dois Zodíacos coincidiram um com o outro, sendo que isto ocorre a cada 26 000 anos.
Nos nossos artigos as análises terão como referência as posições no Zodíaco Sideral. O Zodíaco Tropical considera o momento em que o sol , no seu movimento aparente, cruza a linha do equador  no equinócio,  a 0º do signo Carneiro (Aries); o Zodíaco sideral, considera  antes o Zodíaco fixo e  a posição do Sol  quando chega a 0º de Carneiro (Aries) é medida a partir de uma constelação e não a partir da Terra. Na verdade, os signos, neste sistema, correspondem às constelações com o mesmo nome.
A Terra move-se por sua vez de duas formas: uma à volta do Sol,  que tem a duração de 365,25 dias; e à volta do seu próprio eixo, movimento que tem a duração de 24h. Quando observados a partir da Terra, os signos movem-se num movimento que segue os ponteiros do relógio; devido ao movimento da Terra em torno do Sol,  este parece deslocar-se à velocidade de 1º por dia, em direção contrária à dos ponteiros do relógio. Devido ao movimento da Terra em torno do seu eixo, os 12 signos elevam-se no horizonte num período de 24 horas, dando origem ao «signo Ascendente».
o signo Ascendente é o que se eleva no horizonte num dado momento  e num certo local na Terra. Corresponde  à primeira casa do horóscopo e é mais importante do que o signo do Sol ou o signo da Lua pois é a partir dele que são desenhadas as várias áreas de vida de uma pessoa, ou a matriz do seu «destino» como alma encarnada que terá uma existência na Terra.

Vamos começar!

comç

Vamos dar início à nossa aprendizagem prática da Astrologia Jyotish, tomando conhecimento de algumas ferramentas essenciais para podermos trabalhar.A Astrologia exige cálculos astronómicos e matemáticos complexos mas, graças à nossa era tecnológica, os computadores fazem esses cálculos por nós. E, graças à generosidade de alguns investigadores, existe software gratuito de grande qualidade à nossa disposição.

Assim, aconselhamos fazer o download do programa Jaganatha Hora do conceituado astrólogo e investigador tecnológico N.S. Rao. Este software é gratuito. Para que o download seja feito sem problemas, você deverá ter, no seu computador, um programa de descompressão de ficheiros, do tipo win rar pois o programa está comprimido e, sem um programa para extrair os ficheiros no seu computador, não conseguirá fazer o download.  Este programa contém um atlas por isso aconselhamos a que escolham a versão completa para descarregar. Porém, para o público português, deverão ter em conta que o Atlas incluído neste software contém dados errados sobre a hora legal portuguesa, pelo que deverão descontar sempre uma hora, tanto no horário de Verão como no horário de Inverno, aos cálculos que aparecem para Portugal. E deixo uma advertência geral sobre esta matéria, para ser tida em conta para a generalidade do software produzido para a Astrologia : por vezes as informações, tanto nos programas gratuitos como este como nas versões pagas, contêm erros quanto à hora legal dos países não asiáticos ou de língua não inglesa pelo que é muito aconselhável  que confirmem esses dados antes de aceitarem o cálculo do software para evitar que os dados do horóscopo apareçam errados .
Para Portugal continental poderão confirmar todos os dados sobre a hora legal portuguesa no site do Observatório Astronómico de Lisboa, que contém dados desde 1911.  em alternativa, clique aqui. Para os Açores e Madeira* , a partir de 1948 terão acompanhado as datas do continente. Entre 1923 e 1947 parece não ter havido hora de Verão nas ilhas embora não haja referência a isso nos decretos e portarias sobre a hora legal. A partir de Maio de 1977 uma portaria regional  da Região Autónoma dos Açores determinou que haveria um novo regime horário no arquipélago, de menos 60 minutos em relação ao meridiano de Greeenwich que fixa o tempo universal. Assim, no Inverno há menos uma hora em relação ao tempo universal e no Verão há uma diferença de 2 horas.  A ilha da Madeira segue a mesma hora do continente, atualmente. Para consulta rápida da hora legal nos vários países, os leitores podem consultar um dos sites que apresentam o relógio mundial  e, desse modo ficar com uma ideia imediata em relação à diferença entre a hora legal e a hora universal.
* Dados recolhidos no livro de Leonardo Oliveira, Iniciação à Astrologia.Os leitores  do Brasil, para além de consultarem o site do relógio mundial, poderão ter uma  visão imediata sobre as diferentes horas legais  nos vários Estados visualizando um mapa acompanhado de uma tabela e, para conhecerem a hora de verão no Brasil, desde 1931 até 2013, podem consultar esta página.

A confirmação  desta informação é fulcral para a fiabilidade da construção da carta astrológica. Se a hora de nascimento não for corrigida de modo a obter-se o tempo universal, a partir do qual podemos calcular o tempo sideral de nascimento, o horóscopo resultante não permite fazer previsões válidas.

Na atualidade, o uso de software torna dispensável a diferenciação entre o «tempo solar» ( que é o tempo médio que o sol leva para percorrer de forma sucessiva um determinado meridiano e que tem a duração exata de 24h) e o «tempo sideral» ( que é o tempo que a Terra leva para fazer a rotação em torno do seu eixo de modo a que uma estrela determinada apareça na mesma posição em relação à Terra e que tem a duração de 23h 56m 4s). As Efemérides apresentam o tempo sideral para cada hora do tempo univesal e em cada dia do calendário solar anual. O software de Astrologia contém essa informação, pelo que apenas temos que estar atentos à diferença entre a hora legal e o tempo universal para incluirmos esses dados no formulário do programa que vai efetuar os cálculos. Por vezes, para datas de nascimento mais antigas, usa-se o chamado «tempo médio local» correspondente à longitude. O softaware tem essa opção para escolha, identificada pelas letras LMT (local mean time). Para introduzir os dados de nascimento no programa deverão selecionar no menu superior «edit» e depois «birthdata».

Assim, propomos aos nossos leitores que façam o download do software e se familiarizem com ele, explorem as suas possibilidades. Não se assustem pelas coisas que não entendem, mais tarde tornar-se-ão familiares. Este  sofware usa a língua inglesa.

Ideias Chave:

  • Obter os dados corretos relacionados com a hora de nascimento e as coordenadas geográficas do local  é a base essencial para construir um horóscopo fiável.
  • Para isso devem ser consultados os registos relativos a mudanças de hora legal, hora de Verão, etc. nos serviços de dados astronómicos   e nos sites de meteorologia dos países em causa.

Resta-nos desejar  as boas vindas  de todos ao mundo fascinante da Astrologia . Fazemos votos de que  possam encontrar nele uma verdadeira inspiração para aproveitar melhor as oportunidades da vossa vida.

Apresentação

Começamos este blog com a intenção de ajudar todos os que desejam aprender Astrologia para que possam fazer e interpretar a sua carta natal de forma rigorosa mas simples, com recurso a exemplos práticos que explicam passo a passo  todos os procedimentos e   princípios básicos.
A nossa formação é especificamente em Astrologia Védica / Jyotish, nascida na Índia e praticada há milhares de anos mas adaptada com espírito científico aos tempos atuais.
A palavra «Jyotish» significa «ciência da luz» e a nossa esperança é de que, efetivamente, os conhecimentos que vamos partilhar aqui possam trazer  a luz da compreensão e da autodescoberta a todos os que desejam conhecer  melhor  o seu «mapa de vida» para , desse modo, poderem tirar partido de todas as oportunidades e assim alcançarem a sua realização pessoal.
Desde já o nosso obrigado por iniciarem esta jornada connosco. Este blog é dedicado a vós, sintam-se à vontade para interagir connosco e tirarem as vossas dúvidas.