Conjunção Sol Saturno na 12ª Casa Signo Peixes

Apresentamos hoje os efeitos da conjunção Sol Saturno na 12ª casa e no signo Peixes e também da colocação de Saturno na mesma casa e signo.

Para saber os efeitos da colocação do Sol na 12ª casa leia o artigo aqui.

Saturno na 12ª casa indica condições de grande isolamento ou encarceramento. O nativo tem que enfrentar os «fantasmas do passado» mas, apesar de viver isolado, isso não melhora a sua paz mental. O seu karma  impede que sintam o alívio de orientação espiritual pelo menos na primeira parte da vida até ao retorno de Saturno. O nativo sente receio dos mundos subtis, dos ancestrais, das realidades espirituais, de dormir, dos sonhos, de toda a perceção extrassensorial, da oração e até da sua realidade não material.

Viajar para terras distantes parece perigoso demais. O indivíduo parece ter guardado memórias de perigo nessas terras, como aprisionamento. Sente necessidade de se isolar da família e das suas tradições. O seu karma também está ligado ao quarto, à atividade sexual, ao sono  e ao uso da imaginação.

Quando Saturno está na 12ª casa mas no seu signo ou no signo de exaltação, o nativo pode desenvolver uma atividade de luta pela justiça social dos menos favorecidos, lutando contra muitos obstáculos e enfrentado fracassos, antes de poder obter alguns resultado positivos.

Saturno na 12ª casa pode ser difícil de experimentar em termos psicológicos: o indivíduo pode sentir-se aterrorizado por energias negativas e reprime toda a capacidade de intuição ou de fé, opondo resistência através da lógica que nega a realidade dessas experiências e isso pode trazer esgotamento mental e depressão.  Os períodos de Saturno (dasa e antardasa) podem ser especialmente difíceis podendo indicar situações de choque que põem em perigo a coesão da identidade pessoal- a pessoa apresenta sintomas de esgotamento e incapacidade para se movimentar no mundo. Pode não manifestar sinais exteriores de sofrimento e, desse modo, carrega o fardo psíquico de um peso que não partilha com ninguém. Em alguns casos poderá passar por internamento prolongado devido à fragilidade da sua coesão mental e da identidade por razões psíquicas. Pode sofrer clausura imposta  de forma repetida  involuntariamente. Mas nem sempre o sofrimento destas pessoas é percetível para os outros.

Saturno na 12º casa pode também indicar responsabilidades profissionais no interior de um sistema fechado como um internato, prisão, mosteiro, hospital, instituição fechada ao público.  Mas é de forma involuntária que estas pessoas se veem nessas funções, onde são colocados por razões kármicas. Podem ter insónia crónica, sonhos difíceis. Têm muita dificuldade em relaxar. Estes sintomas são especialmente fortes durante os períodos de Saturno e quando este transita pela 12ª casa. Estes efeitos são atenuados quando Júpiter está em aspeto com Saturno.

De modo geral, os nativos com Saturno na 12º casa rejeitam tudo o que é de natureza subtil e espiritual. Olham com desdém para as chamadas «capacidades psíquicas»  e mantêm como única realidade a que os sentidos lhes mostram. Em alguns casos, pode ser  muito difícil obter privacidade, sendo obrigados a estar com outros e partilhar o espaço destes. Podem igualmente ser privados dos «prazeres de cama» muitas vezes devido a excesso de trabalho.

O aspeto que Saturno lança para a 2ªcasa mostra considerável esforço para respeitar as regras estabelecidas em relação à família, ganhos pelo trabalho, obtenção de conhecimento, etc.. O nativo  rejeita muitas vezes a linhagem familiar, preferindo identificar-se com os valores da sociedade geral. O aspeto para a 6ª casa torna difícil o divórcio, especialmente quando o casamento se faz depois do retorno de Saturno (meio dos trinta) pois oferece resistência à separação  do parceiro de vida. Quando o casamento se faz mais cedo, são possíveis mais problemas entre o casal mas, mesmo assim, o casamento tende a ser segurado por Saturno.  Existe também tendência para manter as mesmas parcerias de negócios. É claro que, quando o casamento ou as parcerias não vão bem, este aspeto de Saturno pode trazer bastante sofrimento, uma vez que se mantém a situação, por muito má que seja, em vez de a mudar. Porém, esta posição de Saturno indica lealdade para com os parceiros, pois Saturno resiste aos «inimigos do casamento, contrato, parceria». Mas a relação com subordinados , empregados, etc., é prejudicada e o nativo pode perder algum subordinado por morte ou outras razões. Este não espera que lhe emprestem dinheiro e tem medo da usura. O aspeto sobre a 9ª casa mostra que se mantém fiel aos valores e princípios, religião e ideias filosóficas da sua comunidade e resiste à sua mudança. O pai destas pessoas é conservador e rígido nos princípios e pode ter preferido manter a educação baseada na obediência e conformidade aos valores tradicionais, ao mesmo tempo que se mantinha distante do nativo ou mostrava frieza em relação a este. Pode ter-lhe inculcado valores dogmáticos que tornam as crenças fundamentalistas ou mantidas no estrito respeito pelas regras e a letra das doutrinas, sem verdadeira adesão pela fé.  Estes nativos não acreditam nem esperam qualquer ajuda por parte da divindade.

A lição kármica de Saturno na 12ª casa exige que o indivíduo aprenda a reconhecer os padrões das experiências que causam medo, falta de esperança, solidão , pobreza, doença, isolamento e se liberte da perceção de que o seu destino é imutável e de que o seu sofrimento não pode ser alterado. Ao ajudar os outros que sofrem qualquer tipo de sofrimento- físico, mental, emocional, etc., estes nativos ajudam-se a si mesmos a perceber que são mais do que o medo e emoções negativas de falta de esperança ou de fé que os habita. Quando atingem a maturidade ou a segunda metade da vida, estas pessoas começam a poder libertar-se da verdadeira armadilha de isolamento e de medo criada por si próprias e começam lentamente a descobrir a sua liberdade de mudar  tudo isso , orientando a sua vontade, não para se restringir e punir, mas para se expandir  para além da realidade puramente material. Podem então descobrir que a sua mente é mais do que uma realidade material e que a fé ou a esperança têm o poder de mudar a realidade e o destino que experienciam.

Os nativos com Saturno na 12ª casa começam por acreditar que a meditação e oração, as atividades espirituais, são inúteis e que é preciso envolver-se nas tarefas imediatas do dia-a.-dia que garantem o sustento material.  A imaginação, o plano inconsciente e subconsciente da mente são sufocados de modo que Saturno priva a pessoa de obter algum conforto imaginando um futuro melhor ou visualizando a realidade como gostaria que esta fosse. Tudo o que o indivíduo se permite é sentir todos os medos e pressões do mundo externo para se conformar às regras vigentes, pobreza, trabalho árduo e uma vida totalmente vazia de alguma luz. Assim, Saturno na 12ª casa pode ser tremendamente difícil de viver, sobretudo nos primeiros 30, 32 anos de vida.

Estes nativos dormem pouco e não têm perceção das necessidades psíquicas do seu ser. A identidade material perde força, mergulhada nas muitas preocupações diárias e no trabalho extenuante. Muitas perdas materiais são associadas à posição de Saturno na 12º casa do horóscopo. Uma grande pobreza e escassez de meios de conforto marca a vida destes nativos que podem escolher a austeridade da vida monástica e adotar um estilo de vida em que vivem a religião através do cumprimento rígido dos rituais, como rezar de tantas em tantas horas, jejuar, etc.. Esta é uma vivência da religião puramente formal, mecânica, sem qualquer emoção associada, é uma técnica de sobrevivência em relação à escassez profunda de meios materiais para se manter. Os nativos têm medo dos sonhos, da morte, da perda do único sustentáculo que aceitam para a vida- o corpo. Têm medo de terras distantes. No entanto, a lição kármica de Saturno pode incluir ter que trabalhar num país distante e, se Saturno estiver colocado no seu próprio signo ou em signo amigo , podem ter uma função de prestígio, sobretudo se Saturno estiver em conjunção com Vénus. Habitualmente o nativo com Saturno na 12ª casa não consegue poupar muito dinheiro mas também não tem muitas dívidas. Em geral estas pessoas trabalham para ganhar um salário modesto.

As casas que Saturno rege, quanto este está colocado na 12ª casa podem não  conseguir materializar resultados positivos, devido à privação causada por Saturno que faz perder o contacto com o plano material . Numa existência prévia o nativo pode ter sido um diligente funcionário que fazia cumprir a lei.

Quando Saturno está na 12ªcasa o nativo ,em , só obtém ganhos fora do seu lugar de nascimento. Restringe tudo  o que é material no local de nascimento. Quando a pessoa procura um local para descansar em privado, Saturno nega essa possibilidade, obrigando a pessoa a estar rodeada de outras, que sofrem, estão presas, doentes, etc.. Saturno bloqueia e atrasa o acesso à privacidade, aos sonhos, a todas as dimensões psíquicas da mente. Isto começa no entanto a mudar muito lentamente após o primeiro retorno ao local de nascimento.  Saturno força a pessoa a ir para terras estrangeiras para levar ordem e legalidade onde esta está ausente, levando- o a prestar serviço para os mais desfavorecidos. Assim, muitas vezes depois do retorno de Saturno estes nativos vão trabalhar para terras estrangeiras com pessoas de classes sociais baixas em funções que, quando Saturno está bem colocado, podem ser de estado ou como líderes de instituições humanitárias. Embora sejam pobres na sua terra natal, em terras estrangeiras podem ganhar bastante especialmente na meia  idade. As funções de procurar justiça para o povo e os menos favorecidos são muito bem desempenhadas por estas pessoas.

Segundo os clássicos, Saturno na 12ª casa indica persistência em obter o que se pretende. A pessoa pode achar a espiritualidade um caminho atrativo mas, quando o segue, é sem devoção.  Associa-se com as pessoas  comuns, com  os que sofrem e são infelizes. Tem dificuldade em manter-se na via moral.  O olho esquerdo corre perigo com a colocação de Saturno na 12º casa.  Pode ser popular mas, por vezes, as pessoas veem este nativo como seco, sem vergonha, sem sentido ético. Pode haver falta de beleza e encanto nos relacionamentos . Pode ganhar dinheiro e sucesso numa terra distante do lugar onde nasceu. É reservado, trabalhador e gosta de reclusão. Esta posição é boa para os que têm que fazer cumprir as leis.

Para saber os efeitos da colocação do sol no signo Peixes, leia o artigo aqui.

Quando Saturno está  colocado no signo Peixes o nativo pode ter receio instintivo de lugares isolados, hospitais, prisões, de dormir, de maus sonhos, de ser preso, de perder tudo o que tem. Saturno em Peixes causa resistência em aceitar a intuição psíquica ou qualquer perceção que não seja suportada pelos sentidos materiais. A fantasia e imaginação são igualmente rejeitadas como inúteis.

Estes nativos são muito disciplinados, no entanto não acedem facilmente à meditação nem à visualização de mundos imaginários.  Podem dar bons prestadores de cuidados a crianças, médicos ou outros apesar de a sua própria infância poder ter sido  privada dos planos da fantasia, do sonho, da brincadeira despreocupada.

Ao mesmo tempo que anseiam por um reduto de privacidade, este é-lhes constantemente negado. Têm dificuldade em focar-se e concentrar-se e também têm falta de paz interior.

Saturno no signo Peixes restringe a imaginação e a capacidade de se envolver nos planos da fantasia e da imaginação; então o nativo tem grande dificuldade em imaginar porque a imaginação está bloqueada. De acordo com a casa onde  o signo Peixes e Saturno estão colocados, o nativo não consegue  imaginar, criar na mente o que deseja em relação aos assuntos dessa casa. Isto significa que, quando o signo Peixes e Saturno estão na 4ª casa, onde a imaginação é fundamental, o nativo fica privado da sua infância. todas as brincadeiras, sonhos, realidades imaginadas pela criança são extremamente difíceis quando Saturno está aqui colocado, então a criança não consegue divertir-se nem ligar-se com o lar. Quando isto se dá na 7ª casa, os laços espirituais e românticos com o cônjuge são bloqueados, de modo que o nativo não os consegue criar. Seja qual for a casa onde Peixes/Saturno estão situados, o indivíduo não consegue sintonizar os planos do subconsciente e da imaginação e, por essa razão, não é capaz de criar laços autênticos com a área de vida significada por essa casa.  Em vez dessa ligação, mostra um «realismo» que o impede de toda a perceção emocional das coisas. Isto será reduzido se Júpiter estiver em aspeto com Saturno. Caso contrário, começará a ser capaz de usufruir da sua imaginação e intuição de forma lenta e gradual após o primeiro retorno de Saturno  perto dos 40 anos.

Saturno em Peixes atrasa desde modo a capacidade de o nativo ser capaz de ter uma perceção do mundo espiritual. Saturno faz o nativo ter medo e ansiedade em relação à imaginação, à religião, à fé e intuição pois são aspetos em relação aos quais sente muita dificuldade de compreender e sentir o que são. Pode ser pessimista e sentir que as circunstâncias estão constantemente contra si. Mostra vulnerabilidade em relação a tudo o que não é claramente percetível de forma sensorial. Os nativos são, no entanto, capazes de se envolver de forma pragmática na prestação de serviço aos outros. Mas precisam de estrutura e ordem na sua vida de modo a poderem prever, de forma clara, os efeitos ou resultados dos eventos e situações.  Têm medo da sua criatividade e, desde modo, até depois do retorno de Saturno, esta está bloqueada.

Segundo os clássicos, Saturno no signo Peixes indica interesse por atividades artesanais. O nativo é calmo e gosta de quietude, é reservado e secreto. Obtém reconhecimento dos amigos e da família. Tem força para vencer as dificuldades, é diplomata, religioso, cortês. Mas estabelece laços infelizes, os seus esforços dão poucos resultados. Tem sofrimento mental de vez em quando. é prático, intuitivo e otimista.

Conjunção Sol Saturno na 12ª Casa Signo Peixes

Quando o Sol está em conjunção com Saturno na 12ª casa os resultados dependem do signo de colocação, além da posição por signo do Sol e de Saturno. O Sol não está bem colocado na 12ª casa e Saturno também não tem afinidade com esta casa, que  representa o subconsciente, o imaginário, o mundo subtil de planos não materiais, os ancestrais…. Segundo a tradição, esta conjunção na 12ª casa indica uma «maldição» dos ancestrais ao nativo e traz problemas com o pai, que está em geral ausente por alguma razão e o indivíduo é muitas vezes forçado a viver longe do local de nascimento.  O Sol em si mesmo representa o brilho da visibilidade e do sucesso criativo mas a 12ª casa é a casa da invisibilidade e do aprisionamento (voluntário ou imposto), é a casa das perdas, em especial da vitalidade e da força de vida, que é representada pelo Sol.  E, o facto de o Sol estar conjunto com Saturno piora ainda mais esta situação pois Saturno restringe e dificulta qualquer possibilidade de alívio, ao não permitir que o nativo tenha o conforto da fé, da imaginação, da crença… este vira-se para o mundo material, único em que acredita mas também aqui se apresentam continuamente obstáculos de toda a ordem; não consegue ter fé e também não consegue ter descanso, dormindo pouco e não conseguindo o isolamento que, por vezes, desejaria ter. Ao invés disso tem que se identificar com a necessidade de trabalhar e de servir outros, colocando ordem e legalidade no seio dos que sofrem por alguma razão à sua volta. Se Saturno tem o grau inferior da conjunção, por estar colocado num grau anterior ao do Sol, o nativo tem medo de tudo o que não é percebido pelos sentidos: medo de ser engolido por seres imaginários, medo de dormir e de ter maus sonhos, medo da sua imaginação. Ao mesmo tempo recusa-se a aceder ao subconsciente e aprender, por intuição, a conhecer-se melhor a si mesmo. Experimenta uma dissolução ou perda da identidade e a sua vida resume-se a imensos e constantes deveres de servir e de trabalhar, sem obter grande recompensa, pelo menos ates de meados dos trinta anos. Pode experimentar pobreza e grande escassez de meios de sobrevivência.  Poderá tornar-se monge num mosteiro e viver uma vida ascética; pode trabalhar numa organização fechada como um hospital ou prisão. Será necessário esperar até à idade madura para obter algum alívio deste  peso. Mesmo que adote um estilo de vida ascético, não encontra apoio na meditação nem na oração porque simplesmente não consegue acreditar nem ter fé. Pode cumprir os rituais, em termos formais de horário , palavras e gestos   mas isso de pouco lhe valerá, até ter amadurecido e a vida ter alterado pelo menos alguns dos seus medos e descrenças. Se esta conjunção se der num signo no qual nem o sol  nem Saturno estejam aflitos,  o nativo pode encontrar um propósito positivo para a sua vida se aceitar trabalhar em algum país estrangeiro para benefício de pessoas em situação de injustiça ou desfavorecimento.

A conjunção Sol Saturno no signo Peixes quando ocorre noutra casa que não a 12ª, dará resultados de acordo com  a casa em que estiver. O Sol está mais bem colocado no signo Peixes do que Saturno por isso a sua energia é, neste signo, mais positiva do que a de Saturno. O Sol aproveita a imaginação e a capacidade de transcender o plano material do signo Peixes para desenvolver uma verdadeira espiritualidade, sobretudo se o Sol tem o grau inferior de colocação no signo em relação a Saturno. Quando isso acontece há uma capacidade inata de se ligar emocionalmente e através dos sonhos e da imaginação aos assuntos representados pela casa em que a conjunção se dá. E, ao mesmo tempo, o nativo tem a capacidade de ser organizado e disciplinado em relação a essas áreas. Articula imaginação e pensamento lógico, diversão e disciplina  e isso pode aumentar o potencial de produzir efeitos positivos.  A fé pode manifestar-se mas, ao mesmo tempo, também a razão crítica e reflexiva. A pessoa não acredita só por acreditar, também reflete   e estabelece relações lógicas de compreensão das coisas.  Porém, quando Saturno está num grau anterior ao do Sol, afeta negativamente a autoimagem, o nativo não se valoriza como indivíduo e pode simplesmente tentar negar a existência da sua realidade psíquica. E a conjunção com Saturno não ajuda pois Saturno neste signo também tem grande dificuldade em apreender qualquer realidade não física e rejeita como «fantasia» tudo o que tem natureza mais subtil do que a realidade sensorial. Uma imagem confusa da sua realidade e da realidade circundante  leva ao pessimismo e, talvez, à indulgência no uso de substâncias que, de algum modo, retiram o indivíduo deste fardo que é a vida. A situação melhora, no entanto, a partir do regresso de Saturno, embora, para alguns, apenas depois do segundo regresso de Saturno,  altura em que o nativo pode começar a vislumbrar algo em que acreditar para além do que os sentidos lhe mostram.

A Colocação de Saturno na 12ª Casa do Horóscopo

deb

A colocação de Saturno, um planeta maléfico, na 12ª casa, uma casa maléfica, não é , salvo algumas exceções, uma boa colocação. Damos a seguir  uma visão geral dos efeitos da colocação de Júpiter na 12º casa do horóscopo.

Efeitos da Colocação de Saturno na 12ª Casa do Horóscopo

Segundo os textos antigos, a colocação de Saturno na 12ª casa indica alguma deformidade ou defeito no corpo. Pode haver má visão ou audição afetando o lado esquerdo, alguma doença ou defeito nos pés, e  a longevidade também é diminuída. Estes efeitos podem ser  reduzidos se Saturno estiver associado com um planeta benéfico.

A colocação de Saturno na 12ª casa afeta as capacidades de liderança da pessoa e a reduz a sua expressão de autoridade porque, segundo os antigos, diminui a inteligência. O nativo pode ser assoberbado com despesas e gastos, não conseguindo acumular qualquer riqueza. Sendo um maléfico, Saturno também prejudica os bons significados da 12ª casa : assim, a pessoa terá uma cama desconfortável para dormir,  terá uma vida sexual com pouco prazer e pode sofrer de um estado desagradável após a morte.  A carreira e  a acumulação de riqueza sofrem bastante. E, porque a 12ª casa é uma casa maléfica, as casas que têm a regência de Saturno sofrem nos seus significados

Segundo os textos antigos, a colocação  de Saturno na 12ª casa torna a pessoa «pecadora» ou capaz de fazer más ações. Segundo estas fontes, se Saturno está colocado na 12ª casa e está associado com um maléfico, a pessoa terá problemas de visão, gastará dinheiro mal gasto, será pobre  e «irá para o inferno após a morte».  Os maus efeitos de Saturno são, no entanto, cancelados, se Saturno estiver associado com um planeta benéfico, situação na qual será feliz, terá uma boa visão e audição e «irá para o céu após a morte». Estes maus efeitos também são cancelados, segundo a tradição, se Saturno for o regente da 6ª, 8ª ou 12ª casas.

Quando Saturno está colocado na 12ª casa no seu próprio signo- Capricórnio e Aquário– ou no signo de exaltação- Balança o nativo será capaz de manter a sua riqueza pois será poupado e usará o dinheiro de forma sensata. Não será, dessa forma, atormentado por excesso de dívidas e de gastos. Os bons significados da 12ª casa prosperam: terá uma boa vida sexual e  dormirá em camas finas. Também será bem sucedido em terras estrangeiras; não sofrerá com ladrões nem será objeto de roubos. Poderá alcançar o caminho da iluminação.

Quando, pelo contrário, Saturno está colocado na 12ª casa e no signo de debilitação- Carneiro–  as capacidades do nativo para se afirmar como figura de autoridade e como líder são drasticamente diminuídas. A sua longevidade também é muito reduzida. O nativo será atormentado continuamente por dívidas e despesas que não consegue pagar. O seu conforto no dormir é prejudicado e ele dorme em camas más e tem pouco prazer sexual.  Pode ter problemas de saúde afetando  a visão e a audição do lado esquerdo, ou alguma doença ou defeito nos pés. Não alcançará o sucesso em terras estrangeiras. Pode sofrer roubos e ser um alvo  constante  dos ladrões. Esta pessoa não prosseguirá o caminho da iluminação.

Saturno na 12ª casa indica condições de grande isolamento ou encarceramento. O nativo tem que enfrentar os «fantasmas do passado» mas, apesar de viver isolado, isso não melhora a sua paz mental. O seu karma  impede que sintam o alívio de orientação espiritual pelo menos na primeira parte da vida até ao retorno de Saturno. O nativo sente receio dos mundos subtis, dos ancestrais, das realidades espirituais, de dormir, dos sonhos, de toda a perceção extrassensorial, da oração e até da sua realidade não material.

Viajar para terras distantes parece perigoso demais. O indivíduo parece ter guardado memórias de perigo nessas terras, como aprisionamento. Sente necessidade de se isolar da família e das suas tradições. O seu karma também está ligado ao quarto, à atividade sexual, ao sono  e ao uso da imaginação.

Quando Saturno está na 12ª casa mas no seu signo ou no signo de exaltação, o nativo pode desenvolver uma atividade de luta pela justiça social dos menos favorecidos, lutando contra muitos obstáculos e enfrentado fracassos, antes de poder obter alguns resultado positivos.

Saturno na 12ª casa pode ser difícil de experimentar em termos psicológicos: o indivíduo pode sentir-se aterrorizado por energias negativas e reprime toda a capacidade de intuição ou de fé, opondo resistência através da lógica que nega a realidade dessas experiências e isso pode trazer esgotamento mental e depressão.  Os períodos de Saturno (dasa e antardasa) podem ser especialmente difíceis podendo indicar situações de choque que põem em perigo a coesão da identidade pessoal- a pessoa apresenta sintomas de esgotamento e incapacidade para se movimentar no mundo. Pode não manifestar sinais exteriores de sofrimento e, desse modo, carrega o fardo psíquico de um peso que não partilha com ninguém. Em alguns casos poderá passar por internamento prolongado devido à fragilidade da sua coesão mental e da identidade por razões psíquicas. Pode sofrer clausura imposta  de forma repetida  involuntariamente. Mas nem sempre o sofrimento destas pessoas é percetível para os outros.

Saturno na 12º casa pode também indicar responsabilidades profissionais no interior de um sistema fechado como um internato, prisão, mosteiro, hospital, instituição fechada ao público.  Mas é de forma involuntária que estas pessoas se veem nessas funções, onde são colocados por razões kármicas. Podem ter insónia crónica, sonhos difíceis. Têm muita dificuldade em relaxar. Estes sintomas são especialmente fortes durante os períodos de Saturno e quando este transita pela 12ª casa. Estes efeitos são atenuados quando Júpiter está em aspeto com Saturno.

De modo geral, os nativos com Saturno na 12º casa rejeitam tudo o que é de natureza subtil e espiritual. Olham com desdém para as chamadas «capacidades psíquicas»  e mantêm como única realidade a que os sentidos lhes mostram. Em alguns casos, pode ser  muito difícil obter privacidade, sendo obrigados a estar com outros e partilhar o espaço destes. Podem igualmente ser privados dos «prazeres de cama» muitas vezes devido a excesso de trabalho.

O aspeto que Saturno lança para a 2ªcasa mostra considerável esforço para respeitar as regras estabelecidas em relação à família, ganhos pelo trabalho, obtenção de conhecimento, etc.. O nativo  rejeita muitas vezes a linhagem familiar, preferindo identificar-se com os valores da sociedade geral. O aspeto para a 6ª casa torna difícil o divórcio, especialmente quando o casamento se faz depois do retorno de Saturno (meio dos trinta) pois oferece resistência à separação  do parceiro de vida. Quando o casamento se faz mais cedo, são possíveis mais problemas entre o casal mas, mesmo assim, o casamento tende a ser segurado por Saturno.  Existe também tendência para manter as mesmas parcerias de negócios. É claro que, quando o casamento ou as parcerias não vão bem, este aspeto de Saturno pode trazer bastante sofrimento, uma vez que se mantém a situação, por muito má que seja, em vez de a mudar. Porém, esta posição de Saturno indica lealdade para com os parceiros, pois Saturno resiste aos «inimigos do casamento, contrato, parceria». Mas a relação com subordinados , empregados, etc., é prejudicada e o nativo pode perder algum subordinado por morte ou outras razões. Este não espera que lhe emprestem dinheiro e tem medo da usura. O aspeto sobre a 9ª casa mostra que se mantém fiel aos valores e princípios, religião e ideias filosóficas da sua comunidade e resiste à sua mudança. O pai destas pessoas é conservador e rígido nos princípios e pode ter preferido manter a educação baseada na obediência e conformidade aos valores tradicionais, ao mesmo tempo que se mantinha distante do nativo ou mostrava frieza em relação a este. Pode ter-lhe inculcado valores dogmáticos que tornam as crenças fundamentalistas ou mantidas no estrito respeito pelas regras e a letra das doutrinas, sem verdadeira adesão pela fé.  Estes nativos não acreditam nem esperam qualquer ajuda por parte da divindade.

A lição kármica de Saturno na 12ª casa exige que o indivíduo aprenda a reconhecer os padrões das experiências que causam medo, falta de esperança, solidão , pobreza, doença, isolamento e se liberte da perceção de que o seu destino é imutável e de que o seu sofrimento não pode ser alterado. Ao ajudar os outros que sofrem qualquer tipo de sofrimento- físico, mental, emocional, etc., estes nativos ajudam-se a si mesmos a perceber que são mais do que o medo e emoções negativas de falta de esperança ou de fé que os habita. Quando atingem a maturidade ou a segunda metade da vida, estas pessoas começam a poder libertar-se da verdadeira armadilha de isolamento e de medo criada por si próprias e começam lentamente a descobrir a sua liberdade de mudar  tudo isso , orientando a sua vontade, não para se restringir e punir, mas para se expandir  para além da realidade puramente material. Podem então descobrir que a sua mente é mais do que uma realidade material e que a fé ou a esperança têm o poder de mudar a realidade e o destino que experienciam.

Os nativos com Saturno na 12ª casa começam por acreditar que a meditação e oração, as atividades espirituais, são inúteis e que é preciso envolver-se nas tarefas imediatas do dia-a.-dia que garantem o sustento material.  A imaginação, o plano inconsciente e subconsciente da mente são sufocados de modo que Saturno priva a pessoa de obter algum conforto imaginando um futuro melhor ou visualizando a realidade como gostaria que esta fosse. Tudo o que o indivíduo se permite é sentir todos os medos e pressões do mundo externo para se conformar às regras vigentes, pobreza, trabalho árduo e uma vida totalmente vazia de alguma luz. Assim, Saturno na 12ª casa pode ser tremendamente difícil de viver, sobretudo nos primeiros 30, 32 anos de vida.

Estes nativos dormem pouco e não têm perceção das necessidades psíquicas do seu ser. A identidade material perde força, mergulhada nas muitas preocupações diárias e no trabalho extenuante. Muitas perdas materiais são associadas à posição de Saturno na 12º casa do horóscopo. Uma grande pobreza e escassez de meios de conforto marca a vida destes nativos que podem escolher a austeridade da vida monástica e adotar um estilo de vida em que vivem a religião através do cumprimento rígido dos rituais, como rezar de tantas em tantas horas, jejuar, etc.. Esta é uma vivência da religião puramente formal, mecânica, sem qualquer emoção associada, é uma técnica de sobrevivência em relação à escassez profunda de meios materiais para se manter. Os nativos têm medo dos sonhos, da morte, da perda do único sustentáculo que aceitam para a vida- o corpo. Têm medo de terras distantes. No entanto, a lição kármica de Saturno pode incluir ter que trabalhar num país distante e, se Saturno estiver colocado no seu próprio signo ou em signo amigo , podem ter uma função de prestígio, sobretudo se Saturno estiver em conjunção com Vénus. Habitualmente o nativo com Saturno na 12ª casa não consegue poupar muito dinheiro mas também não tem muitas dívidas. Em geral estas pessoas trabalham para ganhar um salário modesto.

As casas que Saturno rege, quanto este está colocado na 12ª casa podem não  conseguir materializar resultados positivos, devido à privação causada por Saturno que faz perder o contacto com o plano material . Numa existência prévia o nativo pode ter sido um diligente funcionário que fazia cumprir a lei.

Quando Saturno está na 12ªcasa o nativo ,em , só obtém ganhos fora do seu lugar de nascimento. Restringe tudo  o que é material no local de nascimento. Quando a pessoa procura um local para descansar em privado, Saturno nega essa possibilidade, obrigando a pessoa a estar rodeada de outras, que sofrem, estão presas, doentes, etc.. Saturno bloqueia e atrasa o acesso à privacidade, aos sonhos, a todas as dimensões psíquicas da mente. Isto começa no entanto a mudar muito lentamente após o primeiro retorno ao local de nascimento.  Saturno força a pessoa a ir para terras estrangeiras para levar ordem e legalidade onde esta está ausente, levando- o a prestar serviço para os mais desfavorecidos. Assim, muitas vezes depois do retorno de Saturno estes nativos vão trabalhar para terras estrangeiras com pessoas de classes sociais baixas em funções que, quando Saturno está bem colocado, podem ser de estado ou como líderes de instituições humanitárias. Embora sejam pobres na sua terra natal, em terras estrangeiras podem ganhar bastante especialmente na meia  idade. As funções de procurar justiça para o povo e os menos favorecidos são muito bem desempenhadas por estas pessoas.

Segundo os clássicos, Saturno na 12ª casa indica persistência em obter o que se pretende. A pessoa pode achar a espiritualidade um caminho atrativo mas, quando o segue, é sem devoção.  Associa-se com as pessoas  comuns, com  os que sofrem e são infelizes. Tem dificuldade em manter-se na via moral.  O olho esquerdo corre perigo com a colocação de Saturno na 12º casa.  Pode ser popular mas, por vezes, as pessoas veem este nativo como seco, sem vergonha, sem sentido ético. Pode haver falta de beleza e encanto nos relacionamentos . Pode ganhar dinheiro e sucesso numa terra distante do lugar onde nasceu. É reservado, trabalhador e gosta de reclusão. Esta posição é boa para os que têm que fazer cumprir as leis.

 O Que Dizem os Clássicos sobre a Colocação de Saturno na 12ª Casa

Brihat Jataka- a pessoa em causa sofrerá degradação.

Chamatkar Chintamani- o nativo será sem vergonha e terá olhos pequenos. Será feliz em viagens ao estrangeiro. Se estiver colocado na 12ª casa e for regente da 1ª, derrotará os seus inimigos.

Phaladeepika- o nativo será sem vergonha, será pobre e não terá filhos. Será pouco inteligente e alguma parte do corpo será deformada ou terá algum defeito.

Saravali-  o nativo será pecador, espalhará boatos, terá um coração duro, será enganador e humilhado e gastará dinheiro mal gasto.

Saturno dá plenos efeitos aos 36 anos e, por essa altura, poderá produzir efeitos relacionados com a sua posição na 12ª casa e de acordo com a sua força no horóscopo.